fb-embedConvivendo com os espaços vazios HSM Management

Desenvolvimento pessoal

2 min de leitura

Convivendo com os espaços vazios

O silêncio das nossas falas nos convida a encontrar a voz do outro e praticarmos a escuta verdadeira

Colunista Viviane Mansi

Viviane Mansi

27 de Janeiro

Compartilhar:
Artigo Convivendo com os espaços vazios

Hoje em dia a gente convive com excesso de informação, a ponto de eventualmente nos sentirmos soterrados e angustiados com tanta coisa que ouvimos. Nesse sentido, nós não sequer conseguimos alcançar a profundidade necessária para emitir opiniões. Mas a gente emite mesmo assim, né? 

Lemos duas linhas de informação – normalmente escritas de forma proposital para gerar polêmica – mas acabamos mordendo a isca e damos nossa contribuição para criar mais e mais falatório em cima de coisa superficial. Dessa maneira, oferecemos a profundidade de uma poça d’água. Entretanto, nunca é tarde para mudar. Eis que essa é a intenção desse breve artigo: convidar para a escuta, em vez de convidar a falar. 

A gente tem carecido de escutar. Escuta verdadeira, sabe? Essa escuta que se conecta verdadeiramente com o outro, que se importa com o outro. O ouvir que é capaz de criar um parêntese na vida agitada para dar atenção de verdade a quem está perto de nós.

Pra que fazer isso? Acho que por várias razões, mas uma delas é porque a gente aprende mais quando escuta do que quando fala. Tem um mundo novo aí diante de nós pedindo encarecidamente para mudarmos os velhos hábitos (na verdade, o mundo está mandando mesmo, mas eu estou muito polida hoje) e em breve receberemos um ultimato. Seremos capazes de boas e grande decisões? 

O mergulho no outro

Qual nosso aprendizado durante o ano passado que agora nos permite tomar melhores decisões? Eu engordo as estatísticas daqueles que tiveram um ano produtivo, estudei mais, produzi mais, descobri que eu conseguia fazer coisas que eu nunca tinha feito, mas pra que serve tudo isso? 

Está na hora de olhar pra frente, não se vangloriar pro espelho (na verdade, tenha sempre uma visão generosa consigo diante do espelho, só não considere isso a única coisa a fazer). 

Então, fica aqui o meu desejo de que a gente aproveite mais os espaços vazios de fala para mergulharmos um pouco mais no que as pessoas precisam, entendem, querem, buscam. 

Que a tentação de preencher esses vazios com falas que podem ser tão vazias quanto não nos vença. Que possamos ouvir a direção que o silêncio tenta nos dar. 

Ouvir (ou escutar, quando alguns preferem dizer) é uma forma de respeito e precisaremos muito disso para que esse ano possa ser melhor que o último.

Muita luz pra todos vocês em 2021!

Compartilhar:

Colunista

Colunista Viviane Mansi

Viviane Mansi

Liderança na ponta da língua

Viviane é relações públicas e trabalha com comunicação há mais de 20 anos. Ela dedica parte do seu tempo livre à criação de conteúdo. Hoje é diretora regional de Comunicação e Sustentabilidade da Toyota, diretora da ABRH e conselheira da revista HSM Management. 

Viviane escreverá mensalmente para a coluna Liderança na ponta da língua.

Artigos relacionados

Imagem de capa Como preparar as suas apresentações!

Desenvolvimento pessoal

30 Agosto | 2021

Como preparar as suas apresentações!

Estruturar narrativas e apresentações que se destacam deve fazer parte das estratégias de influência de lideranças e empreendedores

Ana Goelzer

5 min de leitura

Imagem de capa Aprendizados olímpicos para a gestão de carreira

Desenvolvimento pessoal

27 Agosto | 2021

Aprendizados olímpicos para a gestão de carreira

Precisamos ser corajosos para fazer nossas melhores escolhas de vida e carreira em um mundo em que a opinião do outro por vezes ressoa mais alto do que a nossa própria voz

Gustavo Mançanares Leme

4 min de leitura

Imagem de capa [ÁUDIO] Hard skills ou soft skills? Real skills, como diz Seth Godin

Desenvolvimento pessoal

19 Agosto | 2021

[ÁUDIO] Hard skills ou soft skills? Real skills, como diz Seth Godin

HSM Management analisou estudos recentes, como o levantamento global do LinkedIn, o relatório de habilidades do Fórum Econômico Mundial, pesquisa realizada pela Robert Half e ouviu especialistas em carreira para descobrir quais são as habilidades mais esperadas a partir de 2021; ouça no player abaixo

Rafael Gonçalves

0 min de leitura

Imagem de capa A coragem de ser autêntico

Desenvolvimento pessoal

06 Agosto | 2021

A coragem de ser autêntico

Ao compartilhar algumas reflexões da minha jornada de autoconhecimento e desenvolvimento, espero abrir espaço para iniciarmos um diálogo sobre coragem e autenticidade

Vivian Broge

5 min de leitura