fb-embed

Inovação

2 min de leitura

Nordeste à frente em inovação no País

A região nordestina do Brasil tem algumas vantagens competitivas em comparação às outras regiões do País, como custos operacionais reduzidos. Sem perder a qualidade. Além de muitos incentivos governamentais e programas de apoio à inovação que atraem investimentos e o desenvolvimento

Diogo Catão

07 de Novembro

Compartilhar:
Artigo Nordeste à frente em inovação no País

Segundo o Startups Report Brasil (2022-2023), levantamento realizado pelo Observatório do Sebrae Startups, há 1.250 empresas nascentes no Nordeste impactadas pela instituição. O Porto Digital de Recife (PE), por exemplo, atua há duas décadas gerando desenvolvimento de soluções inovadoras. Não à toa, cria um ambiente que atrai investidores e empreendedores, promovendo ainda formação de profissionais de tecnologia da informação.

A Startupbootcamp, terceira maior aceleradora de startups global, tomou a decisão de estabelecer sua operação brasileira no Recife. Fundada em 2010 e com um portfólio de 1.500 startups e scale-ups, incluindo dez unicórnios (empresas de tecnologia avaliadas em mais de US$ 1 bilhão), a organização está chegando ao Brasil com um compromisso firme de investir no desenvolvimento de negócios alinhados com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU.

Há ainda, na Paraíba, um dos polos tecnológicos mais antigos e conceituados do Brasil, em Campina Grande, e o mais recente Parque Tecnológico Horizontes da Inovação, em João Pessoa. Muitas também são as comunidades de startups presentes no Nordeste, como a Sururu Valley (AL), Rapadura Valley (CE) e Jerimum Valley (RN).

O Ceará ainda reúne muitos hubs de inovação, desde a capital até a região metropolitana, passando por Cariri, Sobral e Juazeiro do Norte. A região também conta com o apoio de grandes universidades, como é o caso do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), que possui 34 centros de pesquisa.

Outras instituições de ensino também estão ganhando popularidade pelos investimentos em novos negócios. Inclusive, sete startups ligadas à Agência de Inovação da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) foram selecionadas em 2022 pelo Sebrae-PB, entre 200 propostas submetidas, para a fase de Fomento do Programa Startup Nordeste Paraíba. As empresas receberam bolsas no valor mínimo de R$ 39 mil. Todas as startups passaram pelas etapas de pré-aceleração e aceleração por meio de capacitações online, palestras e mentorias individuais.

Diferenciais na região

O Nordeste tem algumas vantagens competitivas, como custos operacionais reduzidos, já que os profissionais de tecnologia cobram abaixo do valor oferecido em regiões mais populosas, como em São Paulo ou no Sul do País. Porém, não significa que não há qualidade, pois a presença de grandes universidades e institutos de pesquisa colaboram para a capacitação.

Além disso, também há muitos incentivos governamentais e programas de apoio à inovação que atraem investimentos e o desenvolvimento. Destaco ainda o espírito empreendedor do nordestino, a diversidade cultural e, claro, os recursos naturais, que podem ser úteis para startups com foco em energias renováveis, por exemplo.

É válido lembrar que enquanto existem cidades engatinhando e aprendendo a lidar com o Marco Legal das Startups, Recife foi a primeira capital brasileira a se beneficiar da legislação. Inclusive, já está no seu 2º ciclo de inovação aberta, programa da prefeitura que busca soluções para a cidade e o estado, facilitando a contratação de empresas por parte do governo.

Compartilhar:

Autoria

Diogo Catão

Diogo Catão é CEO da Dome Ventures, venture builder GovTech que nasceu com o propósito de transformar o futuro das instituições públicas no Brasil.

Artigos relacionados

Imagem de capa Sem governança, nada prospera (nem inovação)Assinante

Inovação

29 Dezembro | 2023

Sem governança, nada prospera (nem inovação)

Governança é o mecanismo de equilíbrio e estabilidade de uma organização, direcionador de sua performance como um todo e, assim, do alcance de seus objetivos. Fazendo uma alegoria, ela é o hardware sem o qual nada roda – nem o grande motor de crescimento atual, que é a inovação, nem os boosters listados neste Dossiê. Este artigo ajuda a entender por que a governança é uma espécie de “superbooster”, hors concours, e como ela funciona.

Claudinei Elias
Imagem de capa Um framework de transformaçãoAssinante

Inovação

29 Dezembro | 2023

Um framework de transformação

Todas as empresas e lideranças dos dias atuais têm de fazer mudanças – várias, às vezes em sequências sem intervalos ou até ao mesmo tempo. A sensação sempre é algo como colocar um avião no ar sem ter sido ensinado a pilotar; para inspirar pessoas e movimentos, aprende-se a mexer nos botões em pleno voo. Ter um framework para mudar é um booster.

Daniel Martin Ely
Imagem de capa 2023 foi caótico – e 2024 também seráAssinante

Inovação

29 Dezembro | 2023

2023 foi caótico – e 2024 também será

Se você fizesse um post-mortem do ano que se encerrou, não só do seu ano mas em geral, enxergaria os altos e baixos – e veria que não é diferente de outros anos

Ellen Kiss
Imagem de capa Nordeste à frente em inovação no País

Inovação

07 Novembro | 2023

Nordeste à frente em inovação no País

A região nordestina do Brasil tem algumas vantagens competitivas em comparação às outras regiões do País, como custos operacionais reduzidos. Sem perder a qualidade. Além de muitos incentivos governamentais e programas de apoio à inovação que atraem investimentos e o desenvolvimento

Diogo Catão

2 min de leitura

Imagem de capa Advocacia humanizada é o caminho para o futuro

Inovação

29 Agosto | 2023

Advocacia humanizada é o caminho para o futuro

A humanização da relação advogado-cliente se baseia em tratar os clientes como indivíduos únicos, com suas histórias e aspirações. É preciso ouvir atentamente, ser empático e compreender as questões emocionais que estão subjacentes aos problemas legais

Rayff Machado

2 min de leitura