fb-embedOrganizações exponenciais: modelo e rota do crescimento acelerado HSM Management

Transformação digital

3 min de leitura

Organizações exponenciais: modelo e rota do crescimento acelerado

Compreenda quais são as características do modelo de negócio e de atuação das empresas exponenciais, em comparação com as organizações de crescimento linear que apresentam baixa competitividade no cenário atual do mercado

Colunista João Alfredo Andrade Pimentel

João Alfredo Andrade Pimentel

21 de Outubro

Compartilhar:
Artigo Organizações exponenciais: modelo e rota do crescimento acelerado

Com as incertezas que vieram junto com o ano de 2020, o cenário das empresas foi extremamente impactado pelo coronavírus: 716 mil companhias fecharam suas portas, segundo a pesquisa feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Por outro lado, apesar de também sentirem os impactos da crise, as novas empresas de cunho inovador foram impulsionadas por este cenário, o que ajudou a área a crescer, se fortalecer e a fechar o ano com um número expressivo de startups no Brasil.

De modo geral, o País teve um aumento de 27% no número de novas startups, segundo balanço comparativo feito pela 100 Open Startups, entre o primeiro semestre de 2021 e 2020. A plataforma, líder em open innovation, monitora a atividade de 16.429 startups ativas (qualificadas – seja pelo mercado corporativo ou por investidores – e com faturamento inferior a R$ 100 milhões).

Diante das diversas tecnologias presentes atualmente, como inteligência artificial, data science, robótica, e as novas soluções no mercado, o modelo de funcionamento das organizações passou por uma transformação, além de evolução em seus negócios. Consequentemente, essa mudança reverbera no surgimento de novas empresas com caraterísticas de organizações exponenciais (ExOs). O termo, que surgiu para distinguir empresas que tinham crescimento superior à média de mercado em um curto espaço de tempo, apareceu pela primeira vez em 2014, quando Salim Ismail, Yuri Van Geest e Michael S. Malone escreveram o livro Organizações Exponenciais: por que elas são 10 vezes melhores, mais rápidas e mais baratas que a sua.

Basicamente, enquanto as ExOs são definidas pelo seu impacto, e se destacam pela forma em que são adaptáveis e escaláveis quando são essencialmente softwares, as organizações tradicionais são caracterizadas por crescimentos lineares com muitos ativos físicos, ao qual seu aumento é estável e linear devido, em parte, ao seu crescimento se basear no crescimento dos seus ativos.

De certa forma, o crescimento linear não é mais suficiente para a competitividade no mercado justamente porque a forma de olhar para a expansão dos negócios mudou e vem acompanhado de transformação digital. Isso porque, as mudanças tecnológicas trazem para a gestão e a operação das empresas, como um todo, a possibilidade de reestruturar processos e ampliar o poder produtivo de forma escalável.

O modelo escalável

Divididas em termos como IDEAS e SCALE, as empresas de ExOs são capazes de criar um modelo escalável e inteligente que é eficaz para atingir o crescimento exponencial. A sigla SCALE define cinco características externas, como equipe sob demanda, comunidade e público, algoritmos, ativos alavancados e engajamento. Já no caso de IDEAS é possível observar cinco atributos internos, também conhecidos como gestão de abundância, sendo eles as interfaces ou plataformas, dashboards, experimentação, autonomia, tecnologias sociais e flexibilização nos processos.

Para obter resultados significativos, é necessário saber como deve ser feita sua aplicação e, assim, criar um negócio novo, otimizando as competências existentes por meio dos atributos de captura e gestão de abundância, permitindo a exploração de novas oportunidades, criando a previsibilidade da concorrência por empresas inovadoras e promovendo, assim, a capacidade de usar transformações do mercado em benefício do próprio negócio.

Em um breve comparativo, ouso dizer que as organizações lineares funcionam de maneira previsível e trabalham com um sistema hierárquico. Já as organizações exponenciais nascem com uma cultura disruptiva e carregam consigo a valorização do conhecimento do profissional e sem ativos físicos, o que auxilia em um sistema de produção flexível e mais escalável.

Além de seu modelo de negócio, a principal característica das ExOs é que elas têm um propósito transformador massivo (PTM) ou, em outras palavras, nascem da busca por uma mudança cultural, uma busca constante para atender as demandas do mercado nos ecossistemas onde atuam, incluindo todos os stakeholders em prol de uma grande e robusta proposta de valor que une todos os elos. Dessa forma, os colaboradores trabalham motivados a alcançarem metas e resultados alinhados com um propósito que os move.

Gostou do artigo do João Alfredo Andrade Pimentel? Aproveite e assine gratuitamente nossas newsletters e ouça nossos podcasts na sua plataforma de streaming favorita.

Compartilhar:

Autoria

Colunista João Alfredo Andrade Pimentel

João Alfredo Andrade Pimentel

Empreendedor digital serial na área da tecnologia da informação, foi sócio-fundador da NetMicro e depois, com a CorpFlex, consolidou a maior plataforma de private cloud no Brasil, cybersecurity e serviços gerenciados. Investidor, fez seu primeiro exit da CorpFlex, em 2020. O segundo exit foi da startup Fix, em 2021, da qual foi investidor-anjo. Atualmente, é investidor fundador do SCALEXEOPEN, fundo de investimento para startups em estágio seed e pré-seed de base tecnológica com alto poder de escalabilidade.

Artigos relacionados

Imagem de capa People analytics ajuda a reter jovens talentos

Tecnologia e inovação

26 Novembro | 2021

People analytics ajuda a reter jovens talentos

A combinação entre inteligência de dados e sensibilidade humana otimiza processos de seleção – e tem tudo para alavancar carreiras

Renata Cardoso

4 min de leitura

Imagem de capa HR Techs: uma tendência que vem para ficar

Tecnologia e inovação

15 Novembro | 2021

HR Techs: uma tendência que vem para ficar

Conheça como as centenas de startups voltadas para a área de recursos humanos no Brasil estão apoiando os processos de transformação nas organizações

Rodrigo Pádua

3 min de leitura

Imagem de capa Como a gamificação aprimora a jornada do colaborador

Tecnologia e inovação

04 Novembro | 2021

Como a gamificação aprimora a jornada do colaborador

Aplicação da metodologia é uma das tendências de capacitação e desenvolvimento para o pós-pandemia

Paulo César Teixeira

3 min de leitura

Imagem de capa Organizações exponenciais: modelo e rota do crescimento acelerado

Transformação digital

21 Outubro | 2021

Organizações exponenciais: modelo e rota do crescimento acelerado

Compreenda quais são as características do modelo de negócio e de atuação das empresas exponenciais, em comparação com as organizações de crescimento linear que apresentam baixa competitividade no cenário atual do mercado

João Alfredo Andrade Pimentel

3 min de leitura

Imagem de capa Educação precisa focar nas necessidades do mercado em transformação

Transformação digital

16 Setembro | 2021

Educação precisa focar nas necessidades do mercado em transformação

Com o modelo de educação formal posto em dúvida, as empresas e escolas corporativas estão prontas para viver as mudanças provocadas pelo ensino digital?

Luiz Alberto Ferla

3 min de leitura

Imagem de capa Mind the gap: a falta de talentos em tecnologia

Tecnologia e inovação

15 Setembro | 2021

Mind the gap: a falta de talentos em tecnologia

Para resolver de forma sistemática e justa o problema do desemprego e da falta de talentos no mercado de trabalho, precisamos investir em educação superior

Rafaela Herrera Silva

5 min de leitura