fb-embed

Dossiê HSM

Mais renascentista e menos industrial

07 de Outubro

Compartilhar:
Artigo Mais renascentista e menos industrial
...

Você precisa estar logado em sua conta para acessar esse conteúdo

Gostaria de acessar esse conteúdo?

Artigos relacionados

Imagem de capa Chief of staff, o quinto elementoAssinante

Dossiê HSM

24 Agosto | 2023

Chief of staff, o quinto elemento

O papel de promover o hábito do aprendizado contínuo e gerar abertura a mudanças tem um dono nas empresas mais tecnológicas: o chief of staff (CoS). Mais de 40% das principais empresas globais já têm um CoS na equipe de liderança. Essa taxa segue aumentando à medida que as organizações percebem o valor estratégico do cargo

Suzyanne Oliveira
Imagem de capa Empresas tech inovam de modos diferentesAssinante

Dossiê HSM

24 Agosto | 2023

Empresas tech inovam de modos diferentes

A área de pesquisa e desenvolvimento tradicional é um silo. Isola-se de prioridades corporativas e novidades do mercado, e não tem a mesma velocidade dos negócios. Isso está mudando, sobretudo nas organizações que se posicionam como tecnológicas

Sandra Regina da Silva e Ariadne Gatolini
Imagem de capa Toda gestão deve ser para empresas de tecnologiaAssinante

Dossiê HSM

24 Agosto | 2023

Toda gestão deve ser para empresas de tecnologia

O Dossiê da 158ª edição da HSM Management tem como tema principal que toda empresa é uma empresa de tecnologia, assim como todo profissional

Redação HSM Management
Imagem de capa Dados: a arte de interrogá-losAssinante

Dossiê HSM

24 Agosto | 2023

Dados: a arte de interrogá-los

Existem as pessoas que tomam decisões baseadas unicamente em dados e aquelas que equilibram dados com experiência e intuição. Como? Fazendo as perguntas certas. Conheça a abordagem “intuição quantitativa” (QI, na sigla em inglês), criada em Stanford. Ela contém três passos para tomar decisões melhores.

Christopher Frank, Paul Magnone e Oded Netzer
Imagem de capa O avanço silencioso da impressão 3DAssinante

Dossiê HSM

24 Agosto | 2023

O avanço silencioso da impressão 3D

De objetos decorativos a próteses ósseas, a impressora 3D já é realidade. E cada vez mais indústrias estão adotando a chamada manufatura aditiva. Conheça os novos casos mais emblemáticos em andamento no Brasil

Ricardo Cavallini