fb-embedÉ preciso ir além da estratégia HSM Management

Estratégia e execução

3 min de leitura

É preciso ir além da estratégia

Para garantir uma implementação bem-sucedida do planejamento, seis elementos são fundamentais

Alisson G. Pereira

18 de Dezembro

Compartilhar:
Artigo É preciso ir além da estratégia

Antes de entrar na Partners in Performance, eu já tinha aprendido que uma estratégia robusta é algo essencial para qualquer empresa, mas que isso não é suficiente para garantir o sucesso do negócio.

Após participar de alguns projetos de gestão, entendi que as pessoas tendem a agir pelos caminhos de menor resistência. Portanto, para a estratégia ser executada com sucesso, ela precisa ser implementada por esses caminhos.

Essa implementação bem-sucedida requer alinhamento organizacional. Ele garante que ações da liderança cheguem diretamente à linha de frente e que os resultados da operação sejam compreendidos rapidamente, garantindo não apenas a implementação, mas também uma melhoria contínua do que foi planejado. Na Partners in Performance, consideramos seis elementos principais que garantem o alinhamento organizacional:

1. Indicadores definidos e conectados

As pessoas precisam entender como suas atividades diárias afetam os resultados da organização e elas precisam ser responsabilizadas por eles. Assim, é importante que os indicadores pelos quais os indivíduos são avaliados estejam diretamente conectados com os indicadores principais da empresa, assim, a estratégia deve ser desdobrada em índices em todos os níveis até a linha de frente.

2. Procedimentos claros

Para entregar os resultados esperados, os colaboradores necessitam ter clareza em como fazer seu trabalho da forma adequada. É importante que os procedimentos estejam bem definidos e que as equipes tenham as competências requeridas para atingir as metas estabelecidas.

3. Motivação e responsabilidade

Uma organização alinhada requer responsabilidade individual pelos resultados. Assim, é importante que cada indicador tenha um único responsável. As pessoas se tornam mais comprometidas quando são avaliadas e recompensadas por metas que conseguem influenciar.

4. Rotinas de sustentação dos resultados

Também são necessárias rotinas para acompanhar sistematicamente os resultados obtidos, propor novas ações de melhoria e checar se as ações acordadas com a equipe foram executadas. Assim, cria-se um ciclo natural de responsabilidade, facilitando com que as propostas da liderança cheguem à linha de frente.

5. Melhoria contínua

Um plano estratégico raramente é executado completamente como planejado. É natural que ocorram mudanças ao longo do tempo e que uma parte do que fora estipulado não se mostre efetive na prática. Assim, a organização precisa de processos robustos de melhoria contínua, diretamente conectados aos índices da linha de frente, e que podem gerar ações práticas.

6. Liderança visível

A liderança tem um papel fundamental não apenas no desenvolvimento da estratégia, mas também na sua implementação. Ela precisa estar presente com suas equipes em todos os níveis hierárquicos para entender na prática o que realmente funciona, demonstrar aonde se quer chegar com as ações propostas e esclarecer como o trabalho de cada pessoa ajuda a atingir um propósito comum e os resultados desejados.

Organizações alinhadas através desses seis elementos são mais coerente e conseguem executar na prática os seus planos de longo prazo. Além disso, em um mundo em constante transformação, elas conseguem ser mais ágeis para ajustar sua estratégia e adaptá-la conforme necessário, movimento que resulta em metas concretas e sustentáveis ao longo do tempo.

Confira mais textos como esse na Comunidade: CEO's do Amanhã.

Compartilhar:

Autoria

Alisson G. Pereira

Alisson G. Pereira é business analyst na Partners in Performance. Faz parte da comunidade Young Leaders.

Artigos relacionados

Imagem de capa O que são o nomadismo e localismo e porque eles devem fazer parte da agenda das organizações

Gestão de pessoas

20 Outubro | 2021

O que são o nomadismo e localismo e porque eles devem fazer parte da agenda das organizações

Em uma dinâmica de trabalho cada vez mais anywhere office, sua empresa pode estimular vivências em diferentes locais do mundo como espaço de desenvolvimento dos colaboradores

Alex Lima

3 min de leitura

Imagem de capa O last mile depende mais de “all previous miles” que do tempo de entrega

Estratégia e execução

19 Outubro | 2021

O last mile depende mais de “all previous miles” que do tempo de entrega

O tempo de entrega será fator determinante para o consumidor apenas se ele tiver uma boa experiência com seu app ou site. Neste artigo, proponho algumas reflexões essenciais para garantir que ele chegue a esta etapa de compra

Christian Abramson

3 min de leitura

Imagem de capa Uma nova ótica sobre equilíbrio entre pessoal e profissional

Carreira

06 Outubro | 2021

Uma nova ótica sobre equilíbrio entre pessoal e profissional

Porque se colocar como a sua maior prioridade não é algo egoísta – e pode ser a sua melhor escolha de carreira

Gabriela Chagas

5 min de leitura

Imagem de capa O sucesso do trabalho híbrido no mundo pós-pandemia

Gestão de pessoas

30 Setembro | 2021

O sucesso do trabalho híbrido no mundo pós-pandemia

No futuro do trabalho híbrido, líderes, gestores de RH e demais colaboradores podem seguir estratégias que equilibram as atividades presenciais e virtuais

Oshrat Binyamin

6 min de leitura

Imagem de capa Mind the gap: a falta de talentos em tecnologia

Tecnologia e inovação

15 Setembro | 2021

Mind the gap: a falta de talentos em tecnologia

Para resolver de forma sistemática e justa o problema do desemprego e da falta de talentos no mercado de trabalho, precisamos investir em educação superior

Rafaela Herrera Silva

5 min de leitura

Imagem de capa Inspirar para inovar

Estratégia e execução

14 Setembro | 2021

Inspirar para inovar

Inspirar o time é uma maneira, também, de investir no negócio

Gabriela Onofre

2 min de leitura