fb-embed

Transformação Digital

2 min de leitura

DEI e Inteligência Artificial: momento crucial de compreender nossos próximos passos

Inteligência Artificial não trará um futuro sustentável sem ações e construções sociais que as ensinem o que é realmente sustentabilidade e diversidade

Colunista Andrea Cruz

Andrea Cruz

10 de Março

Compartilhar:
Artigo DEI e Inteligência Artificial: momento crucial de compreender nossos próximos passos

O painel "Forecasting Workplace: the changing landscape of DEI" trouxe mais um momento valioso para profissionais de RH, líderes organizacionais e outros interessados em DEI, se manterem atualizados sobre as tendências e previsões mais recentes nesse campo crucial.

Até agora, poucos atingiram tamanho cuidado, profundidade e compreensão ao falar destes assuntos. Pensando nas tendências tecnológicas, precisamos também refletir sobre os novos desafios relacionados à diversidade, equidade e inclusão estão surgindo.

Um dos pontos que foram discutidos, para que possamos desenvolver um melhor DEI, se tratou em compreender que há uma questão de qualificação. Portanto, isso vai exigir sim um esforço maior para que as empresas deem conta de treinar estes profissionais e cada vez mais trazer suas potencialidades para as dimensões técnicas e de trabalho consistente.

Com estes duas pontos, podemos preparar os colaboradores para o futuro e cada vez mais estarem aptos a contínua jornada corporativa.

Afinal, será necessário um trabalho humano e de um olhar cuidadoso. No painel mostraram como a maioria das posições eliminadas por Inteligência Artificial são ocupadas por grupos minorizados.

Então, ao invés de aceitarmos os dados que nos são dados, é preciso ter perspectiva, paciência e esforço analítico para reconhecer o porquê das causas que ali estão sendo apresentadas.

Análise de SWOT sobre DEI

O cuidado precisa ser colocado em notoriedade para que o nosso futuro seja construído de uma maneira sustentável e que o combate à desigualdade se torne um ponto de cuidado em relação às questões sociais nas nossas ações cotidianas.

Nesse sentido, a Inteligência Artificial ainda é uma questão e é nosso trabalho fazer com que ela se torne uma aliada nestes processos de promoção à diversidade.

Por isso, Janice Gassam Asare, da BWG Business Solutions, e Leah Goodridge Leah Goodridge, da Planning and Housing, trouxeram perspectivas de análise para chegarmos em um momento em que a IA contribuirá com o DEI:

  1. Identificar as problemáticas nas descrições de trabalho, pois serão estas lidas pela IA;
  2. Desenvolver uma linguagem que não seja apenas excludente, mas permita que a comunicação seja algo mais valioso do que apenas a linguagem padrão de determinado lugar e classe;
  3. Fazer avaliações relacionadas às demissões que ocorrem;
  4. Promover resumos constantes, por meio de dados, sobre a situação que a empresa se encontra.
Compartilhar:

Colunista

Colunista Andrea Cruz

Andrea Cruz

CEO da Serh1 Consultoria, experts em gestão de carreira na atualidade, pesquisadora, conselheira e professora convidada da Fundação Dom Cabral.

Artigos relacionados

Imagem de capa Estuarine Mapping: qual tipo de planejamento estratégico você quer produzir?

Transformação Digital

21 Março | 2024

Estuarine Mapping: qual tipo de planejamento estratégico você quer produzir?

Para mostrar e desvendar as dificuldades de pré-análise de uma questão, Alexandre Magno traz o Estuarine Mapping para transformar seus negócios

Alexandre Magno

4 min de leitura