fb-embed

Empreendedorismo

3 min de leitura

Como aliar a tecnologia aos pequenos negócios

Microempreendedores devem ir além do telefone celular para organizar seu dia a dia

Colunista Paulo Junior

Paulo Junior

19 de Agosto

Compartilhar:
Artigo Como aliar a tecnologia aos pequenos negócios

O Brasil pode estar na vanguarda da criação de novas ideias e soluções para os problemas das pessoas, com bons exemplos de inovações empresariais. Mas podemos afirmar que ainda é grande o desafio dos pequenos empreendedores quando o assunto é o uso adequado da internet e a transformação digital que ela propicia aos negócios.

Recentemente, a quinta geração das redes móveis chegou ao país. Mas como essa tecnologia contribui, de fato, com os mais de 52 milhões de brasileiros que possuem o próprio negócio? Grandes empresas têm à disposição pesquisas e treinamentos que auxiliam seus times no mundo digital. Contudo, o pequeno empresário, o empreendedor do dia a dia, do negócio local que atende microrregiões, não encontra facilmente esse suporte ou ainda não abriu os olhos para essa realidade.

Veja que, ainda hoje, boa parte da agenda das manicures, por exemplo, funciona no velho caderno de anotações que, por vezes, causa confusão nos horários de atendimento. Muitos donos de pequenos comércios também se garantem apenas com um único aplicativo de mensagens para gerir o seu estabelecimento, sem buscar por ferramentas que auxiliem na organização da agenda, do financeiro, de pedidos e entregas.

Com isso, a tão falada “internet das coisas” que revoluciona o mercado com mais interatividade, rapidez nas conexões, respostas praticamente instantâneas, novas ferramentas e até profissões, deve ser também uma aliada dos pequenos empreendedores. Não é necessário ir longe para isso, basta buscar.

É possível fazer cursos gratuitos ou pagos, de modo presencial ou online, que sejam práticos e dinâmicos e voltados para gestão, liderança, finanças, marketing, franquia ou qualquer outro tema que agregue conhecimento para o avanço e o fortalecimento da empresa e do empreendedor. Vale considerar que todo curso traz benefícios e aprendizados, também, pela interação com outros empresários que compartilham histórias, desafios, expectativas e fracassos.

Todas as regiões do país possuem associações empresariais. É válido buscar essas organizações para convivência e troca de experiências reais que trarão, sem dúvida alguma, motivação e inspiração entre os participantes.

Hoje, realidade acessível para qualquer ramo empresarial, a contratação de consultorias é outra opção para o empreendedor planejar e organizar sua empresa. Um dos papéis do consultor é identificar os pontos fortes e fracos em toda a gestão com o objetivo de facilitar e aprimorar os processos do negócio.

O uso de ferramentas tecnológicas com aplicativos e sistemas está interligado às melhores práticas do empreendedorismo. São recursos disponíveis na palma da mão que permitem melhores resultados nas empresas, que passam a ter processos digitalizados, atualizados e mais bem explorados, de maneira tal que o empreendedor possa extrair informações valiosas para o relacionamento com os atuais e novos clientes.

O fato é que um mundo de oportunidades chega com o avanço da tecnologia, e elas tendem a aumentar. Portanto, micro e pequenos empreendedores que ainda não atentaram para essa nova forma de fazer negócios – usando ao máximo recursos tecnológicos para ajudar os clientes a comprar e tornando essa jornada de compra muito mais simples e prazerosa – devem acelerar o entendimento sobre as transformações do mercado, além de procurar o aprendizado e o desenvolvimento de um novo pensamento, mais fluido, ágil e abundante.

Ainda que a empresa tenha nascido por questões de necessidade, o que pode gerar um considerável despreparo devido à urgência no processo do empreendedorismo, é possível traçar novas metas para o alcance do sucesso a partir da busca por conhecimento e parcerias. Por isso, não vale apenas comprar o smartphone de última geração, é preciso saber usá-lo a seu favor.

Compartilhar:

Autoria

Colunista Paulo Junior

Paulo Junior

Paulo Junior é CEO da PJI Consulting, presidente da Embaixada de Negócios da Paraíba e criador da Clínica de Planejamento, especialista em empreendedorismo, gestão empresarial, carreira e liderança.

Artigos relacionados

Imagem de capa A área de Gente e Gestão está pronta para lidar com a desafiadora Inteligência Artificial (IA)?

Empreendedorismo

23 Fevereiro | 2024

A área de Gente e Gestão está pronta para lidar com a desafiadora Inteligência Artificial (IA)?

Um texto sobre IA, feito por mãos humanas e com questionamentos existenciais: será que estamos preparados para este contraponto?

Ivan Cruz

8 min de leitura

Imagem de capa Quatro elementos que mostram que o empreendedorismo também nasce nas universidades

Empreendedorismo

21 Fevereiro | 2024

Quatro elementos que mostram que o empreendedorismo também nasce nas universidades

Empreendedorismo, aliado ao desenvolvimento científico, é também crucial para a construção de um futuro sustentável

Ana Calçado

4 min de leitura

Imagem de capa Empresas reconhecem valor, mas têm dificuldade em aproveitar as ferramentas de Business Intelligence: resistência ou falta de informação?

Empreendedorismo

14 Fevereiro | 2024

Empresas reconhecem valor, mas têm dificuldade em aproveitar as ferramentas de Business Intelligence: resistência ou falta de informação?

Qual a resistência diante ao analytics? Será que realmente está faltando informação? ou falta de informação?

Jonatan da Costa

3 min de leitura

Imagem de capa Microfranquia é a porta de entrada para o empreendedor no Brasil

Empreendedorismo

17 Outubro | 2023

Microfranquia é a porta de entrada para o empreendedor no Brasil

Opção confiável para quem quer abrir o próprio negócio, o modelo de baixo investimento vem crescendo no País, a exemplo das franquias especializadas na venda de seguro de vida

Humberto Madeira

3 min de leitura

Imagem de capa Proteção combina com inovação?

Empreendedorismo

15 Dezembro | 2022

Proteção combina com inovação?

Assunto por vezes ignorado por quem empreende, o registro de patentes e da propriedade intelectual pode impulsionar a inovação e o crescimento de PMEs

Carolina Genovesi Gomes

6 min de leitura

Imagem de capa Empreendedoras no superlativo

Empreendedorismo

25 Novembro | 2022

Empreendedoras no superlativo

O empreendedorismo demanda muito da mulher para que ela se contente com o mundo no diminutivo

Chris Taveira

3 min de leitura