fb-embed

Empreendedorismo

3 min de leitura

Como aliar a tecnologia aos pequenos negócios

Microempreendedores devem ir além do telefone celular para organizar seu dia a dia

Colunista Paulo Junior

Paulo Junior

19 de Agosto

Compartilhar:
Artigo Como aliar a tecnologia aos pequenos negócios

O Brasil pode estar na vanguarda da criação de novas ideias e soluções para os problemas das pessoas, com bons exemplos de inovações empresariais. Mas podemos afirmar que ainda é grande o desafio dos pequenos empreendedores quando o assunto é o uso adequado da internet e a transformação digital que ela propicia aos negócios.

Recentemente, a quinta geração das redes móveis chegou ao país. Mas como essa tecnologia contribui, de fato, com os mais de 52 milhões de brasileiros que possuem o próprio negócio? Grandes empresas têm à disposição pesquisas e treinamentos que auxiliam seus times no mundo digital. Contudo, o pequeno empresário, o empreendedor do dia a dia, do negócio local que atende microrregiões, não encontra facilmente esse suporte ou ainda não abriu os olhos para essa realidade.

Veja que, ainda hoje, boa parte da agenda das manicures, por exemplo, funciona no velho caderno de anotações que, por vezes, causa confusão nos horários de atendimento. Muitos donos de pequenos comércios também se garantem apenas com um único aplicativo de mensagens para gerir o seu estabelecimento, sem buscar por ferramentas que auxiliem na organização da agenda, do financeiro, de pedidos e entregas.

Com isso, a tão falada “internet das coisas” que revoluciona o mercado com mais interatividade, rapidez nas conexões, respostas praticamente instantâneas, novas ferramentas e até profissões, deve ser também uma aliada dos pequenos empreendedores. Não é necessário ir longe para isso, basta buscar.

É possível fazer cursos gratuitos ou pagos, de modo presencial ou online, que sejam práticos e dinâmicos e voltados para gestão, liderança, finanças, marketing, franquia ou qualquer outro tema que agregue conhecimento para o avanço e o fortalecimento da empresa e do empreendedor. Vale considerar que todo curso traz benefícios e aprendizados, também, pela interação com outros empresários que compartilham histórias, desafios, expectativas e fracassos.

Todas as regiões do país possuem associações empresariais. É válido buscar essas organizações para convivência e troca de experiências reais que trarão, sem dúvida alguma, motivação e inspiração entre os participantes.

Hoje, realidade acessível para qualquer ramo empresarial, a contratação de consultorias é outra opção para o empreendedor planejar e organizar sua empresa. Um dos papéis do consultor é identificar os pontos fortes e fracos em toda a gestão com o objetivo de facilitar e aprimorar os processos do negócio.

O uso de ferramentas tecnológicas com aplicativos e sistemas está interligado às melhores práticas do empreendedorismo. São recursos disponíveis na palma da mão que permitem melhores resultados nas empresas, que passam a ter processos digitalizados, atualizados e mais bem explorados, de maneira tal que o empreendedor possa extrair informações valiosas para o relacionamento com os atuais e novos clientes.

O fato é que um mundo de oportunidades chega com o avanço da tecnologia, e elas tendem a aumentar. Portanto, micro e pequenos empreendedores que ainda não atentaram para essa nova forma de fazer negócios – usando ao máximo recursos tecnológicos para ajudar os clientes a comprar e tornando essa jornada de compra muito mais simples e prazerosa – devem acelerar o entendimento sobre as transformações do mercado, além de procurar o aprendizado e o desenvolvimento de um novo pensamento, mais fluido, ágil e abundante.

Ainda que a empresa tenha nascido por questões de necessidade, o que pode gerar um considerável despreparo devido à urgência no processo do empreendedorismo, é possível traçar novas metas para o alcance do sucesso a partir da busca por conhecimento e parcerias. Por isso, não vale apenas comprar o smartphone de última geração, é preciso saber usá-lo a seu favor.

Compartilhar:

Autoria

Colunista Paulo Junior

Paulo Junior

Paulo Junior é CEO da PJI Consulting, presidente da Embaixada de Negócios da Paraíba e criador da Clínica de Planejamento, especialista em empreendedorismo, gestão empresarial, carreira e liderança.

Artigos relacionados

Imagem de capa O Papel da inovação na construção de um RH estratégico

Gestão de pessoas

24 Junho | 2024

O Papel da inovação na construção de um RH estratégico

Líderes de RH enfrentam o desafio de se reinventar para manter relevância e conexão estratégica em um cenário de rápidas mudanças tecnológicas e de mercado. Já pensou que a inovação em cultura organizacional e tecnologia emerge como aliada essencial?

Luciana Leão

4 min de leitura

Imagem de capa Inovação não é sobre criar castelos no ar. É sobre renovar padrões de desempenho

Empreendedorismo

22 Junho | 2024

Inovação não é sobre criar castelos no ar. É sobre renovar padrões de desempenho

A inovação transforma a performance, otimizando processos e modernizando tecnologias. No entanto, durante crises, a inovação é essencial para a prosperidade pós-crise. A estratégia de inovação deve ser clara e contínua, alinhando-se à visão de longo prazo da empresa, como demonstrado pelos CVCs.

Felipe Novaes

5 min de leitura

Imagem de capa Como as estratégias de gestão podem reduzir os custos elevados dos reajustes anuais dos planos de saúde empresariais?

Gestão de pessoas

16 Abril | 2024

Como as estratégias de gestão podem reduzir os custos elevados dos reajustes anuais dos planos de saúde empresariais?

Entenda os impactos e estratégias para garantir a sustentabilidaded dos planos de saúde, que devem aumentar em até 25% neste ano.

Katia De Boer

5 min de leitura

Imagem de capa Aerofólios, back office e diferenciação competitiva

Gestão de pessoas

15 Abril | 2024

Aerofólios, back office e diferenciação competitiva

Você sabe qual foi a revolução do aerofólio na Fórmula 1? Imagina de que maneira podemos utilizar esta lógica para a diferenciação no empreendedorismo? É essa reflexão que Valter Pieracciani nos convida a fazer em seu novo texto para a HSM Management.

Valter Pieracciani

3 min de leitura