fb-embed

Gestão de pessoas

2 min de leitura

Você sabe o que é ambidestria organizacional?

Pensa numa balança, onde de um lado há a Eficiência Operacional, olhando processos do dia-a-dia, e, no outro lado, a Inovação e o futuro da empresa. O desafio é deixar essa balança equilibrada! Esse é um bom ponto de partida para entender o conceito.

Colunista Juliana Burza

Juliana Burza

12 de Maio

Compartilhar:
Artigo Você sabe o que é ambidestria organizacional?

A ambidestria organizacional é a capacidade de uma empresa em equilibrar a exploração de oportunidades atuais e a busca de novas oportunidades para garantir sua competitividade a longo prazo.

Para colocar em prática, aqui estão cinco insights que podem te ajudar:

1. Cultive uma cultura de inovação e aprendizado contínuo:

Encoraje a experimentação e o pensamento criativo em todos os níveis da organização. Isso pode ser feito por meio de programas, treinamento e capacitação (como os que fazemos no Learning Village, HSM e SingularityU Brazil), workshops de inovação e recompensas por ideias inovadoras, em programas de intraempreendedorismo.

2. Estabeleça estruturas e processos flexíveis:

Crie estruturas organizacionais e processos que permitam uma rápida adaptação às mudanças do mercado e às novas oportunidades. Isso pode envolver a implementação de metodologias ágeis ou a criação de equipes multifuncionais.

3. Equilibre a alocação de recursos:

Distribua os recursos da empresa sempre de forma equilibrada entre a exploração de oportunidades existentes e a busca por novas oportunidades. Isso pode exigir uma avaliação cuidadosa de investimentos em Inovação, RH, Marketing, e outras áreas-chave. Por isso, contar com parceiros, como hubs de inovação e consultorias, pode ser fundamental nesse processo.

4. Promova a colaboração interdepartamental:

Quebre os silos organizacionais e promova a colaboração entre diferentes áreas da empresa. Isso pode ajudar a aproveitar o conhecimento e as habilidades de diversos departamentos, para impulsionar a inovação e a exploração de novas oportunidades. Além de deixar os colaboradores mais animados e engajados a participar.

5. Mensure e ajuste constantemente:

Estabeleça métricas claras para avaliar o desempenho, tanto na exploração quanto na implementação dos projetos, e revise regularmente essas métricas para garantir que estejam alinhadas com os objetivos estratégicos da empresa. Esteja preparado para ajustar a estratégia e alocação de recursos com base nos insights obtidos. Testando e aprimorando sempre!

Ao implementar esses insights, uma organização pode desenvolver uma abordagem ambidestra que traga resultados tangíveis tanto no curto quanto no longo prazo, mantendo-se ágil e adaptável em um ambiente de negócios em constante mudança. E você? Já implementou algum dos pontos acima na sua organização? Como foram os resultados? Importante manter a constância e avançar um pouco a cada novo projeto.

Boa sorte!

Compartilhar:

Colunista

Colunista Juliana Burza

Juliana Burza

Gerente de Produtos de Inovação & Parcerias no Learning Village, hub criado pela HSM e SingularityU Brazil. Master em Marketing e Relações Internacionais. Professora de Design Estratégico da CESAR School, mentora de negócios e startups na Distrito. Líder do Comitê Mundo Digital do Grupo Mulheres do Brasil. Membro do Comitê de Inovação da I2AI (International Association of Artificial Intelligence). Co-autora do Livro TI de Salto. Autora e apresentadora do podcast “Dá pra Inovar?” (@daprainovar no Youtube e Spotify).

Artigos relacionados

Imagem de capa Quais os passos para criar empresas renovadoras?

Gestão de pessoas

22 Maio | 2024

Quais os passos para criar empresas renovadoras?

Precisamos falar sobre o esgotamento que a produção incessante e sem propósito está fazendo com que mais da metade da população adoeça.

Carol Olinda

6 min de leitura

Imagem de capa Por onde percorre o entendimento de people analytics?

Gestão de pessoas

22 Maio | 2024

Por onde percorre o entendimento de people analytics?

Não cabe mais só fazermos decisões com base na intuição, por isso, é necessário reconhecer que tipo de compreensão sobre people analytics estamos criando!

Galo Lopez

5 min de leitura

Imagem de capa Como será o mercado de trabalho nos próximos anos: jovens trabalhando lado a lado dos mais velhos?

Gestão de pessoas

20 Maio | 2024

Como será o mercado de trabalho nos próximos anos: jovens trabalhando lado a lado dos mais velhos?

O olhar pela questão etária sempre precisa ser algo mais atento e que consiga prever os estranhamentos que podem acontecer em nosso trabalho, afinal, a diversidade está também nesse olhar das necessidades distintas que cada geração possui em determinado momento.

João Roncati

3 min de leitura

Imagem de capa Como desenvolver a empatia no ambiente de trabalho

Gestão de pessoas

14 Maio | 2024

Como desenvolver a empatia no ambiente de trabalho

Habilidades comunicacionais cada vez mais serão necessárias para que consigamos lidar com os processos cotidianos do futuro. Por isso, é hora de continuar o aprendizado contínuo e focar na maneira que estamos lidando com os nossos vínculos.

Daniela Cais Chieppe

3 min de leitura