fb-embed

3 min de leitura

Viva os aprendizados de 2020

Não é sobre você, sua ambição ou sua sede de poder. É sobre interdependência e respeito à vida

Colunista Neivia Justa

Neivia Justa

21 de Dezembro

Compartilhar:
Artigo Viva os aprendizados de 2020

De todos os aprendizados que 2020 nos deixa, o entendimento de que fazemos parte do maior sistema conectado em rede que existe - a Terra-, não nos deixa dúvidas sobre a fragilidade e a interdependência da nossa espécie.

Você, assim como eu e todas as pessoas que habitam esse planeta, faz parte da raça humana, responsável pelo atual estado das coisas e, ao mesmo tempo, a única capaz de mudar o rumo da história. Se quisermos.

Se você ainda não tinha consciência disso, esse ano te fez entender que a vida humana é rara, frágil, fugaz e passageira. Um sopro que não se controla. Um caminho só de ida, sempre em versão beta, sem direito a ensaio nem “replay”. Sem volta. Começamos a morrer no dia em que nascemos e, para morrer, basta estarmos vivos.

Diz o dito popular que “o que se leva dessa vida é a vida que se leva”. Como você tem levado a sua vida? Tem vivido intensamente como se fosse morrer amanhã e aprendido intensamente como se fosse viver para sempre?

Você não é melhor nem pior do que ninguém. Você é igual na sua humanidade e diferente na sua unicidade.

Que impacto você tem gerado na vida das pessoas e no ambiente à sua volta? A criança que você foi teria orgulho do adulto que você se tornou?

Se você morresse hoje, como lembrariam e o que diriam de você?

Você está vivendo seu propósito ou veio ao mundo a passeio, deixando a vida te levar, ao sabor dos ventos, do acaso?

Nesse ano tão atípico, você aproveitou a oportunidade de entrar em contato com esses questionamentos todos? Mergulhou dentro de si, fortaleceu suas virtudes e enfrentou com coragem suas sombras? Entendeu que tudo diz respeito à vida? E que sua vida fará tanto mais sentido quanto mais você estiver a serviço de outras vidas?

Não é sobre você, sua agenda pessoal, sua ambição, seu ego ou sua sede de poder. É sobre como você, consciente e intencionalmente, investe seu talento único, empatia, compaixão, solidariedade, energia, conhecimento, experiência e capacidade de realização para construir um mundo colaborativo e conectado em rede, que respeite e valorize os direitos humanos. Que seja inclusivo, justo e promova o acesso à igualdade de oportunidades para cada pessoa. É assim que se gera abundância para todas as vidas.

Para isso, é preciso respeitar e gostar de gente – saber que pessoas não são máquinas, que você liga e desliga quando quiser. E nem recursos que você usa, abusa e descarta quando deixam de ser úteis.

Pessoas são vidas únicas, cercadas de outras vidas e contextos, com habilidades, atribuições e responsabilidades igualmente únicas.

É preciso confiar nas pessoas, saber ouvi-las, entender seus anseios, desejos e realidades.

Para inspirá-las, mobilizá-las e mantê-las engajadas, você terá de dar o exemplo, compartilhar de um propósito comum e assegurar que elas terão os meios para realizar seus sonhos e seu trabalho com amor, alegria e significado, da melhor maneira possível, do jeito e no tempo que elas puderem, onde quer que elas estejam – no escritório, em casa ou em qualquer lugar.

Que elas serão sempre, e cada vez mais, valorizadas por serem exatamente quem são. E, por serem a melhor, mais completa e autêntica versão de si mesmas, agregarão seu valor único e incomparável ao mundo do qual fazem parte. Feliz 2021, colocando em prática e vivendo todos os aprendizados que 2020 trouxe a você.

Compartilhar:

Autoria

Colunista Neivia Justa

Neivia Justa

Fundadora da #JustaCausa, do programa #lídercomneivia e dos movimentos #ondeestãoasmulheres e #aquiestãoasmulheres

Artigos relacionados

Imagem de capa Blockchain e gestão pública: um match interessante

Transformação Digital

22 Abril | 2024

Blockchain e gestão pública: um match interessante

Você sabia que o uso de blockchain promove maior sustentabilidade e pode ajudar na redução do consumo de energia?

Matheus Laupman

5 min de leitura

Imagem de capa Desvendando o cérebro criativo

Gestão de pessoas

20 Abril | 2024

Desvendando o cérebro criativo

Neurociência e práticas de inovação caminham juntas para destravar o potencial criativo humano

Lilian Cruz e Andréa Dietrich

6 min de leitura

Imagem de capa Como capacitar os chefes para que eles sejam líderes?

Gestão de pessoas

17 Abril | 2024

Como capacitar os chefes para que eles sejam líderes?

A tríplice necessidade de capacitação aos líderes que todo chefe precisa aprender

Samir Iásbeck

3 min de leitura

Imagem de capa Como as estratégias de gestão podem reduzir os custos elevados dos reajustes anuais dos planos de saúde empresariais?

Gestão de pessoas

16 Abril | 2024

Como as estratégias de gestão podem reduzir os custos elevados dos reajustes anuais dos planos de saúde empresariais?

Entenda os impactos e estratégias para garantir a sustentabilidaded dos planos de saúde, que devem aumentar em até 25% neste ano.

Katia De Boer

5 min de leitura