fb-embed

Gestão de pessoas

2 min de leitura

Respira, inspira, não pira

Na sua próxima reunião, saiba: ou você, ou a pessoa que está na sua frente, está com problemas emocionais

Colunista Joseph Teperman

Joseph Teperman

14 de Outubro

Compartilhar:
Artigo Respira, inspira, não pira

Os dados são claros: mais de um terço da população brasileira passa ou passou por problemas emocionais em 2021. É isso que mostra o levantamento Datafolha realizado junto a 2055 entrevistados, segundo o qual 44% dos brasileiros afirmam ter enfrentado problemas emocionais em 2021.

Ansiedade em alta

Outro indicador forte da intensidade do problema são as buscas no Google, que mostram o Brasil como sendo o país em que se realizam mais pesquisas sobre o termo “ansiedade” no planeta.

Não apenas batemos o recorde mundial, como nossas duas cidades mais populosas são aquelas que concentram o maior volume de buscas no planeta. A medalha de ouro pertence a São Paulo e a prata ficou com o Rio de Janeiro. A medalha de bronze, porém, está em mãos americanas, com os habitantes de Los Angeles. Londres e Chicago ficaram em 4° e 5° lugares.

O gráfico abaixo mostra o quanto o tema vem ganhando escala ao longo dos anos:

trends ansiedade2 Fonte: Google Trends, busca pela palavra ansiedade desde 2004.

E olhando para esses dados, podemos inferir que, estatisticamente, em todas as reuniões que temos pelo menos uma pessoa presente está com algum quadro de ansiedade ou depressão!

Conclusão: be nice com a pessoa que está na sua frente. Tente ser mais humano e compreensivo, porque ou ela – ou você – está com problemas emocionais nesse momento.

Líderes e RH não são exceção

Tenho ouvido muito que “geral” espera que os seus líderes e os RHs resolvam todos os problemas das empresas e das pessoas. Dá pra imaginar a pressão diária que afeta os líderes e os profissionais de RH, certo? Imagine agora ainda controlar as próprias ansiedades depois de passar os últimos 18 meses tentando manter o controle e cuidar dos outros?

Repito: be nice com a pessoa que está na sua frente. Mesmo, e principalmente se ela for do RH, ou se for uma liderança.

10% mais feliz

Recentemente, tive a oportunidade de assistir à fala do Daniel Goleman no Fórum da Liberdade. A fala dele, pra mim, foi incrível. E um dos pontos reforçou minha dedicação a uma atividade que comecei a fazer neste ano por recomendação do Dr. Marcelo Altona, meu clínico geral: mindfulness, mesmo que por 3 a 5 minutos do dia!

Por recomendação do Dr. Marcelo, li o livro 10% Happier, do Dan Harris, em março e baixei o app. As primeiras sete sessões são grátis. Pra mim, foi muito, muito melhor que a tentativa anterior em outro app bem mais famoso. As primeiras sessões duram menos do que cinco minutos. E tem outra alternativa, do grande Felipe Marx, disponível no YouTube.

Insisto: be nice com a pessoa que está na sua frente.

E a dica final, serve pra mim, serve pra você: be nice consigo própri@.

Compartilhar:

Autoria

Colunista Joseph Teperman

Joseph Teperman

CEO da Amrop INNITI, Board Member, Lifelong Learner, Anticarreirista

Artigos relacionados

Imagem de capa Quais os passos para criar empresas renovadoras?

Gestão de pessoas

22 Maio | 2024

Quais os passos para criar empresas renovadoras?

Precisamos falar sobre o esgotamento que a produção incessante e sem propósito está fazendo com que mais da metade da população adoeça.

Carol Olinda

6 min de leitura

Imagem de capa Por onde percorre o entendimento de people analytics?

Gestão de pessoas

22 Maio | 2024

Por onde percorre o entendimento de people analytics?

Não cabe mais só fazermos decisões com base na intuição, por isso, é necessário reconhecer que tipo de compreensão sobre people analytics estamos criando!

Galo Lopez

5 min de leitura

Imagem de capa Como será o mercado de trabalho nos próximos anos: jovens trabalhando lado a lado dos mais velhos?

Gestão de pessoas

20 Maio | 2024

Como será o mercado de trabalho nos próximos anos: jovens trabalhando lado a lado dos mais velhos?

O olhar pela questão etária sempre precisa ser algo mais atento e que consiga prever os estranhamentos que podem acontecer em nosso trabalho, afinal, a diversidade está também nesse olhar das necessidades distintas que cada geração possui em determinado momento.

João Roncati

3 min de leitura

Imagem de capa Como desenvolver a empatia no ambiente de trabalho

Gestão de pessoas

14 Maio | 2024

Como desenvolver a empatia no ambiente de trabalho

Habilidades comunicacionais cada vez mais serão necessárias para que consigamos lidar com os processos cotidianos do futuro. Por isso, é hora de continuar o aprendizado contínuo e focar na maneira que estamos lidando com os nossos vínculos.

Daniela Cais Chieppe

3 min de leitura

Imagem de capa Maternidade e carreira são opostos? Lideranças femininas discutem os desafios do mercado de trabalho

Gestão de pessoas

14 Maio | 2024

Maternidade e carreira são opostos? Lideranças femininas discutem os desafios do mercado de trabalho

Líderes relatam como o mercado corporativo pode ser um fator decisivo na escolha de exercer ou não a maternidade e como as empresas podem ser aliadas neste cenário

Nayara Campos

6 min de leitura