fb-embed

3 min de leitura

OpenStartups 2018: Opinion Box inova nas pesquisas de mercado digitais

Carlinhos

02 de Agosto

Compartilhar:

Terceira colocada no ranking, a startup mineira quer tornar as pesquisas acessíveis a todas as empresas

Fundada em Belo Horizonte (MG), em 2013, a startup Opinion Box desenvolve soluções inovadoras de pesquisa de mercado digital, web e mobile. Conta com uma plataforma de pesquisa de mercado DIY (faça-você-mesmo, com 150 mil consumidores no País) e também realiza projetos customizados com seu time de insights, que cuida de um projeto do início ao fim. A Opinion Box oferece às empresas a possibilidade de realizar, com os seus próprios clientes ou em seu painel, estudos como (1) teste de produtos (2) pesquisas de imagem e marca (3) pesquisas de jornada de compra (4) segmentação e buyer persona e (5) hábitos de consumo, entre outros. Foi fundada pelo empreendedor Felipe Schepers, em conjunto com duas empresas – Expertise e Pentagrama  – e hoje tem um quarto sócio, Christian Reed. Conta ainda com um investidor anjo, Cláudio Gora, cofundador da Locaweb. Só em 2017, o Opinion Box entregou projetos para mais de 140 clientes, e tem em sua carteira grandes empresas como Caixa Seguradora, Accenture, Faber Castell, Itambé, Unimed-BH, Cacau Show, e Youse, entre outras. A seguir, Schepers responde a questões-chave de HSM Management.

Que problema vocês resolvem?

Ajudamos as empresas tomar decisões de marketing com base em dados, sem achismos. E fazer isso mais rapidamente e de modo mais acessível.

Qual o maior diferencial de vocês?

O nosso maior diferencial foi ter amarrado o ecossistema de pesquisas de uma forma que nenhuma outra empresa havia feito, ao integrar, principalmente, o nosso painel de respondentes com a nossa plataforma de pesquisa digital, possibilitando preço acessível, velocidade e qualidade.

Como a empresa nasceu?

O Opinion Box nasceu com o intuito de democratizar a pesquisa de mercado e torná-la acessível a todos. Tudo começou com o lançamento do nosso painel de respondentes multiplataforma, o Heap Up. Hoje, o nosso painel conta com mais de 150 mil usuários cadastrados e esta integrado à nossa Plataforma de Pesquisa Opinion Box, na qual o cliente pode fazer as pesquisas sozinho. Nossos clientes contam ainda com o suporte e direcionamento do nosso time de especialistas, que podem inclusive fazer a gestão dos projetos do início ao fim.

Quais as principais dificuldades encontradas?

Nascemos de uma dor real do mercado de pesquisa e construímos o Painel de Consumidores. Ao longo do tempo percebemos que havíamos focado em automatizar todo o processo que envolver responder uma pesquisa mas não havíamos trazido inovação no processo de criar uma pesquisa. Pivotamos a estratégia, criando novo nome, conceito e uma plataforma SaaS para atender a todo o mercado que precisa tomar decisões baseadas em dados. Atualmente nossos principais desafios são: (1) continuar no nosso ritmo de crescimento acelerado, (2) consolidar a nossa estratégia de inbound & outbound marketing com a estrutura de inside sales e (3) lançar algumas novas soluções e funcionalidades de grande impacto para os nossos clientes e mercado. Para isso estamos expandindo time, ampliando conexões com grandes empresas e desenvolvendo novos processos e soluções inovadoras.

Quais os principais resultados até agora?

Realizamos mais de 900 projetos e mais de 2 milhões de entrevistas para mais de 400 empresas diferentes. Além disso, já recebemos diversas premiações / fomos selecionados para programas com destaque para o Startup Brasil (2013), Prêmio ProXXIma (2016), Endeavor Scale-up (2017), Ranking do 100 Open (2017 - 4º geral e 1º marketing) e, agora, Ranking do 100 Open (2018 - 3º geral e 1º marketing).

Qual é a ambição para daqui a cinco anos?

Ser a empresa referência em solução para tomada de decisões baseadas em dados e não em achismos. Queremos internacionalizar a operação e possuir diversas soluções inovadoras que tornem o uso de pesquisa acessível a empresas e pessoas de diferentes perfis.

INFONUMEROS

R$ 2,5 milhões de receita anual

15 funcionários

R$ 2 milhões de investimentos iniciais

1 investidor anjo

Compartilhar:

Autoria

Carlinhos

Artigos relacionados

Imagem de capa Inteligência Artificial e Gestão de Pessoas: como incorporar essa realidade nas empresas sem desumanizá-la?

Gestão de pessoas

10 Julho | 2024

Inteligência Artificial e Gestão de Pessoas: como incorporar essa realidade nas empresas sem desumanizá-la?

A IA está revolucionando o setor de pessoas e cultura, oferecendo soluções que melhoram e fortalecem a interação humana no ambiente de trabalho.

Fernando Ferreira

6 min de leitura

Imagem de capa Um segredo bem guardado das "purpose-first"

Empreendedorismo

06 Julho | 2024

Um segredo bem guardado das "purpose-first"

As empresas familiares são cruciais para o País por sua contribuição econômica e, nos dias atuais, por carregarem legado e valores melhor do que corporations. Mas isso só ocorre quando está estabelecido o reconhecimento simbólico dos líderes de propósito que se vão...

Luis Lobão

10 min de leitura

Imagem de capa Executivos descrentes, colaboradores confusos e estratégias falhas: é preciso organizar a “casa”

Empreendedorismo

04 Julho | 2024

Executivos descrentes, colaboradores confusos e estratégias falhas: é preciso organizar a “casa”

A efetividade das estratégias empresariais é frequentemente comprometida pela falta de alinhamento, comunicação e priorização, resultando em descrença e baixa implementação, com apenas 3% dos executivos confiando no sucesso das suas estratégias.

Athila Machado

4 min de leitura