fb-embed

Gestão de pessoas

2 min de leitura

Não esqueça das pessoas na agenda ESG! (elas são prioridade)

Já é de conhecimento geral no mundo corporativo que o ESG tem como foco o ambiental, o social e a governança. Mas o ativo é a gestão de pessoas e deve ter a atenção das organizações

Lisandra Brasil

24 de Julho

Compartilhar:
Artigo Não esqueça das pessoas na agenda ESG! (elas são prioridade)

Quando o tema é ESG, costuma-se voltar o olhar para questões de gestão e administração das agendas das organizações. Porém, há um pilar que deve ser prioritário antes de dar atenção a qualquer outro: o das pessoas. Cada vez mais, as empresas estão conscientes da importância desse aspecto para um bom relacionamento com empregados, fornecedores e outros parceiros estratégicos. São as pessoas que definirão desde quem irá executar as tarefas necessárias para manter o local sustentável até como, quando e onde as mesmas voltarão esforços para fazer o que é preciso ser feito.

Se vê, com frequência, organizações levantando a bandeira ESG perante o mercado, mas com problemas de gestão de pessoas, com funcionários insatisfeitos em ambientes tóxicos de trabalho. É fundamental que a empresa olhe para si e analise a sua cultura organizacional. Ao se preocuparem com questões como cuidados com a saúde e segurança no ambiente de trabalho e direitos humanos, as empresas mitigam não só riscos operacionais, mas também reputacionais. Esse contexto só reforça a necessidade de a organização olhar para o ambiente externo, para que possa focar esforços estratégicos no ambiente interno.

É preciso muito mais que realizar ações com os funcionários que, muitas vezes, nem fizeram parte da construção daquela iniciativa. É necessário uma mudança de pensamento em relação à gestão, da porta para dentro. Desenvolver iniciativas estratégicas que realmente impactem nas pessoas que constroem aquela organização. Olhar de forma sensível não apenas para o trabalhador que está ali, mas para a pessoa como um todo, suas habilidades, dificuldades e questões pessoais. Engana-se quem ainda acredita que os problemas pessoais não são de interesse da empresa, uma vez que esses mesmos problemas podem acarretar em questões futuras, como falta de engajamento, faltas excessivas, criação de descontentamentos coletivos que podem gerar situações críticas como greves de trabalho, questionamentos sindicais e outros que impactam a reputação e o resultado da instituição.

Hoje, as empresas que adotam práticas ESG têm uma vantagem competitiva na atração e retenção de talentos, isso porque não são as empresas que escolhem os profissionais, mas, sim, os profissionais que cada vez mais procuram organizações que compartilham seus valores sociais e ambientais. Cuidar das pessoas dentro de uma organização é garantir que a sua reputação seja construída de fora para dentro, considerando que os consumidores se concentram cada vez mais no desempenho de sustentabilidade das empresas ao tomar decisões.

Ser ESG começa muito antes do ambiental, social e governança. É uma jornada que exige olhar para o mais profundo da organização e ir muito além daquilo que se quer mostrar para o mercado.

Compartilhar:

Autoria

Lisandra Brasil

Lisandra Brasil é especialista em ESG do escritório Xavier Advogados.

Artigos relacionados

Imagem de capa A importância da análise de dados na experiência do cliente

Gestão de pessoas

15 Junho | 2024

A importância da análise de dados na experiência do cliente

A personalização é a chave para conquistar clientes e impulsionar negócios e a fidelização depende de uma interação fluida e personalizada, desde o primeiro contato até o pós-venda.

Rodrigo Antunes

2 min de leitura

Imagem de capa Gestão e performance, um lego com muitas peças para acomodar

Gestão de pessoas

14 Junho | 2024

Gestão e performance, um lego com muitas peças para acomodar

Alcançar maturidade de gestão e alta performance é um desafio contínuo, mas possível. Com tempo e esforço, gestores podem construir uma base sólida para o sucesso organizacional.

Athila Machado

4 min de leitura

Imagem de capa A era da transformação: moldando novos modelos de trabalho e de liderança

Gestão de pessoas

13 Junho | 2024

A era da transformação: moldando novos modelos de trabalho e de liderança

Liderança visionária e cultura de inovação são essenciais para capturar os benefícios desta era e enfrentar os desafios da "Geração de Transição".

Lilian Cruz e Andréa Dietrich

4 min de leitura

Imagem de capa Green Skills: desenvolvendo profissionais com habilidades sustentáveis

Gestão de pessoas

10 Junho | 2024

Green Skills: desenvolvendo profissionais com habilidades sustentáveis

As competências focadas em práticas sustentáveis e na conscientização ambiental estão se tornando essenciais não apenas para a sociedade, mas também para o desenvolvimento profissional e pessoal. A necessidade é urgente por profissionais mais sustentáveis e responsáveis.

Valdirene Soares Secato

3 min de leitura