fb-embedIntraempreendedorismo e o futuro do trabalho HSM Management

Intraempreendedorismo

3 min de leitura

Intraempreendedorismo e o futuro do trabalho

Protagonista no crescimento da empresa, o colaborador intraempreendedor é um dos recursos mais importantes do presente e do futuro

Colunista Candice Pascoal

Candice Pascoal

01 de Maio

Compartilhar:
Artigo Intraempreendedorismo e o futuro do trabalho

Com o boom do empreendedorismo no mundo, houve uma separação distinta entre o trabalho corporativo e a criação de um negócio próprio. Em um mundo rápido e interconectado como vivemos hoje, porém, essa separação não faz mais sentido. Pelo contrário, o empreendedorismo tem invadido o ambiente corporativo e mudado as relações no trabalho. No momento em que isso acontece, a empresa é exposta a novos negócios e ao desenvolvimento de novos produtos, serviços e tecnologia. Ganha-se uma postura mais competitiva. É por isso que o colaborador intraempreendedor é um dos recursos mais importantes nas empresas do presente e do futuro.

Algumas das melhores ideias que você conhece surgiram porque os líderes resolveram olhar e apostar no potencial criativo e inovador de seus colaboradores e criar formas e espaços para o intraempreendedorismo florescer.

Facebook, Kodak, Uber, Airbnb e seus colaboradores intraempreendedores

Existem várias maneiras de estimular o potencial criativo dos colaboradores de uma empresa. Seja ela grande ou pequena, não importa! O que faz a diferença é o tempo e os processos criados para isso. O Facebook, por exemplo, criou uma competição entre seus colaboradores, oferecendo recompensas e até bônus financeiros. A empresa organizou competições noturnas para programadores e engenheiros desenvolverem novas ideias e protótipos. Um dos resultados mais conhecidos dessa competição colaborativa foi o botão de curtir que se tornou sinônimo da marca. Brilhante, simples e inovador.

E não precisa ser enorme para inovar. O espírito de inovação intraempreendedora é o que transforma uma ideia pequena em um empreendimento grande. Startups ao redor do mundo começam pequenininhas e rapidamente dominam o mercado dos gigantes por terem essa estrutura flexível e horizontal de tomada de decisão. Um ambiente em que todos podem opinar, é um ambiente em que ideias chegam ao chefe, e não à concorrência, mais rápido.

O que essas empresas têm em comum é o respeito à inovação que deve ocorrer mesmo quando a inovação tem o potencial arrasador de matar a sua ideia inicial. Existe uma frase bastante difundida no mundo do empreendedorismo nos EUA e Europa que diz: “não seja uma Kodak". Você sabe por quê? A Kodak dominava o mercado de fotografias quando um dos seus funcionários mostrou sua nova ideia: uma câmera fotográfica sem filme, ou seja uma câmera digital. Os executivos da empresa não apenas erraram em perceber o potencial, mas tiveram medo, e falaram: "Esconda e não conte para ninguém".

Mas mesmo que este profissional, por contrato, não possa seguir com a ideia, lembre-se sempre: não se pode parar o mercado. O Airbnb poderia ter sido lançado pelo dono da maior rede de hotéis. A Uber poderia ter sido lançada por uma grande cooperativa de táxis. O banco digital sem burocracia, poderia ter sido lançado pelos grandes bancos. Assim como as câmeras digitais poderiam ter sido lançadas e dominadas pela Kodak.

Por que as empresas valorizam o intraempreendedorismo

No intraempreendedorismo, os colaboradores aplicam suas habilidades empreendedoras dentro da empresa onde trabalham e não se limitam a cumprir apenas o que é delegado. O intraempreendedor está constantemente buscando novas ideias e empenhado em resolver problemas e enxergar possibilidades de melhorias e de inovações dentro da empresa.

Isso acontece quando existe uma estrutura hierárquica coerente nos negócios com modelos menos verticais e mais horizontais, onde os líderes prevalecem sobre os chefes. Envolve colaboração sem hierarquia e aprendizado contínuo dos funcionários.

O futuro do trabalho exigirá colaboradores com espírito empreendedor e organizações que se empenhem para desenvolver suas equipes. Os intraempreendedores podem ter um impacto decisivo no DNA de uma empresa. Tudo isso fortalece a inovação e abre portas para um universo de oportunidades.

Desenvolvendo o perfil intraempreendedor

Para ser um intraempreendedor é importante estar aberto a novas formas de pensar e de executar tarefas. No princípio, a mudança pode gerar certo desconforto, mas lembre-se sempre que grande parte das inovações nasceram exatamente nesse ambiente.

Sugira, crie estratégias, colabore com o crescimento da empresa além do seu escopo de trabalho, mesmo que não ganhe nada em troca. O maior beneficiado é você por cruzar uma fronteira que te levará a desenvolver habilidades desejadas pelas empresas mais inovadoras do mercado.

Compartilhar:

Autoria

Colunista Candice Pascoal

Candice Pascoal

Candice Pascoal é fundadora da maior plataforma de crowdfunding do Brasil (Kickante), executiva de nível internacional com grande experiência na expansão de empresas americanas no exterior e best-seller do livro Seu Sonho Tem Futuro. Ela foi nomeada uma das 20 figuras internacionais que mudarão a forma como vivemos e fazemos negócios nos próximos 20 anos.

Artigos relacionados

Imagem de capa Intraempreendedorismo e o futuro do trabalho

Intraempreendedorismo

01 Maio | 2022

Intraempreendedorismo e o futuro do trabalho

Protagonista no crescimento da empresa, o colaborador intraempreendedor é um dos recursos mais importantes do presente e do futuro

Candice Pascoal

3 min de leitura