fb-embed

Gestão de pessoas

3 min de leitura

Green Skills: desenvolvendo profissionais com habilidades sustentáveis

As competências focadas em práticas sustentáveis e na conscientização ambiental estão se tornando essenciais não apenas para a sociedade, mas também para o desenvolvimento profissional e pessoal. A necessidade é urgente por profissionais mais sustentáveis e responsáveis.

Valdirene Soares Secato

10 de Junho

Compartilhar:
Artigo Green Skills: desenvolvendo profissionais com habilidades sustentáveis

A relevância das habilidades conhecidas como soft skills, especialmente relacionadas às mudanças dos modelos de trabalho, já foram amplamente exploradas. Entretanto, face às mudanças ocorridas no mundo recentemente, tornou-se ainda mais importante falar sobre as habilidades verdes, ou as green skills.

Digo isso porque acompanhamos mudanças no mundo atual que nos acompanharão por muito tempo. E essas habilidades estão relacionadas às atividades e ações sustentáveis que levam em consideração a proteção ambiental, o entendimento do impacto das mudanças climáticas na sociedade e a utilização consciente de recursos naturais – pontos da agenda ASG (Ambiental, Social e Governança).

Além da sua importância para a sociedade, as green skills são fundamentais para o próprio indivíduo, principalmente quando relacionadas aos benefícios que podem se estender para a carreira e vida pessoal. Porém, poucos profissionais estão plenamente conscientes disso. De acordo com a Global Green Skills Report 2023, pesquisa desenvolvida pelo LinkedIn2, no mundo, apenas um em cada oito trabalhadores possui uma ou mais competências verdes, em outras palavras, sete em cada oito trabalhadores carecem de uma única green skill. E podemos considerar quaisquer habilidades que auxiliem os profissionais a liderarem iniciativas sustentáveis, sendo tanto técnicas como comportamentais.

A pesquisa também mostra que, entre 2022 e 2023, a proporção de “talentos verdes” na força de trabalho aumentou 12,3%, enquanto a porcentagem de ofertas de emprego que exigem pelo menos uma competência verde cresceu duas vezes mais rapidamente — cerca de 22%.A partir desses dados, reflito sobre como as habilidades verdes ganham cada vez mais relevância no mundo e no mercado de trabalho, reforçando a importância desse tema no nosso dia a dia.

Em um mundo em constante transformação, é essencial que os profissionais estejam proativamente engajados em atualizar suas habilidades, abraçando as competências verdes e, assim, garantindo não apenas o seu próprio bem-estar, mas também contribuindo para um futuro mais sustentável e responsável.

Para além disso, entre diversos pontos que as greens skills contribuem, estão o auxílio em como as companhias conseguem construir um processo interno de mensuração do valor. É partir das habilidades verdes, que a percepção de valuation dentro da estrutura da organização se fortalece: quanto mais integrado estão as questões ASG, como elas se refletem em valores da empresa e nos produtos, mais estes valores ficam integrados ao ecossistema que a empresa atua, gerando, assim, mais valor frente ao mercado para as Organizações.

Contudo, como uma profissional de Recursos Humanos e de Sustentabilidade no mercado segurador, observo como essas duas áreas se encontram e se complementam cada vez mais, reforçando sua relevância. Nesse cenário, também vejo o quanto temos que caminhar no sentido de estudar cada vez mais essas habilidades e suas aplicabilidades.

Consultorias especializadas em RH e veículos de comunicação dedicados a essa temática são fontes importantes para os profissionais se manterem atualizados, como a UNEPFI (United Nations Environment Programme Finance Initiative), que oferece cursos gratuitos a respeito da temática, além de serem gratuitos em seu site.

Já como líderes, temos a missão de contribuir para o desenvolvimento das pessoas, criando oportunidades e iniciativas para que desenvolvam habilidades diversas, como as green skills. Ao investirmos no fortalecimento dessas competências, também impulsionamos o crescimento pessoal e profissional de nossas pessoas. E esta missão se mostra cada vez mais relevante diante de nossos olhos. É fundamental que a abracemos com determinação e compromisso.

Compartilhar:

Autoria

Valdirene Soares Secato

Diretora de Recursos Humanos, Ouvidoria e Sustentabilidade do Grupo Bradesco Seguros

Artigos relacionados

Imagem de capa Inteligência Artificial e Gestão de Pessoas: como incorporar essa realidade nas empresas sem desumanizá-la?

Gestão de pessoas

10 Julho | 2024

Inteligência Artificial e Gestão de Pessoas: como incorporar essa realidade nas empresas sem desumanizá-la?

A IA está revolucionando o setor de pessoas e cultura, oferecendo soluções que melhoram e fortalecem a interação humana no ambiente de trabalho.

Fernando Ferreira

6 min de leitura

Imagem de capa Um segredo bem guardado das "purpose-first"

Gestão de pessoas

06 Julho | 2024

Um segredo bem guardado das "purpose-first"

As empresas familiares são cruciais para o País por sua contribuição econômica e, nos dias atuais, por carregarem legado e valores melhor do que corporations. Mas isso só ocorre quando está estabelecido o reconhecimento simbólico dos líderes de propósito que se vão...

Luis Lobão

10 min de leitura

Imagem de capa Executivos descrentes, colaboradores confusos e estratégias falhas: é preciso organizar a “casa”

Gestão de pessoas

04 Julho | 2024

Executivos descrentes, colaboradores confusos e estratégias falhas: é preciso organizar a “casa”

A efetividade das estratégias empresariais é frequentemente comprometida pela falta de alinhamento, comunicação e priorização, resultando em descrença e baixa implementação, com apenas 3% dos executivos confiando no sucesso das suas estratégias.

Athila Machado

4 min de leitura