fb-embed

Marketing e vendas

3 min de leitura

Framework ágil abre caminho para integração de soluções

Maior eficiência em estratégias digitais é um dos grandes desafios do marketing atualmente

Tomás Trojan

25 de Outubro

Compartilhar:
Artigo Framework ágil abre caminho para integração de soluções

Implantar e executar uma estratégia digital abrangente e efetiva atualmente envolve uma série de serviços, disciplinas e plataformas tecnológicas. Em uma situação típica, isso envolve captação e organização dos dados, análise, desenho das estratégias e ações, gerenciamento dos canais, infraestrutura de e-commerce, mensageria, mídia, pós-venda, programa de fidelidade, CRM e outros aspectos, conforme o mercado. Mesmo com a aceleração digital provocada pela pandemia, são poucas as marcas e provedores de soluções que atuam bem de ponta a ponta.

Não por acaso, uma pesquisa mencionada na Forrester aponta que dois em cada cinco executivos de marketing vão reestruturar suas agências para aumentar a eficácia. Quase um terço deles planeja integrar criação e mídia para um marketing mais eficaz. Soma-se a isso outro fator urgente: a elevação dos custos dos anúncios digitais. De acordo com um relatório do Insider, o custo de anúncios digitais cresceu (ano a ano) 61% nas plataformas Meta, 185% no TikTok e 75% no Google.

No Brasil, segundo um estudo do IAB, houve um crescimento de 12% nos investimentos em publicidade digital no 1º semestre de 2022 (total de R$ 14,7 bilhões) em relação ao mesmo período do ano anterior e de 45% na comparação entre o 2º trimestre de 2022 e o mesmo período de 2020, o que certamente aponta uma pressão inflacionária na área. Além disso, segundo um estudo da NTT DATA e da MIT Technology Review, 70% das empresas na América Latina expandiram os investimentos em marketing digital em 2021. Esse aporte já representa 60% do todo, devendo chegar a 85% nos próximos cinco anos.

Para enfrentar esse desafio e ter uma entrega cada vez mais unificada e eficiente no digital, desenvolvemos nosso próprio framework ágil. Esse modelo proporciona uma nova maneira de gerir, entregar projetos e alavancar negócios cada vez mais digitais. O objetivo é pensar em conjunto e tornar o trabalho interativo entre as disciplinas com soluções efetivas e estratégicas para os clientes. Assim, aprendemos, adaptamos e crescemos rápido.

Deixou de fazer sentido trabalharmos com projetos do tipo "escopo fechado" em médio e longo prazos. Precisamos planejar entregas em ciclos mais curtos e corrigir a rota rapidamente em caso de necessidade.

Negócio que para de evoluir é ejetado do mercado. É fundamental que também haja validação constante de todos os stakeholders.

Como já comentado, com a multidisciplinaridade, o trabalho atual suplanta capacidades individuais e deve ser de responsabilidade de um time. E esse time precisa estar totalmente alinhado entre si por meio de diferentes eventos propícios para planejamento, trocas, alinhamentos, revisões e readequações.

Passamos também a chamar nossos departamentos de "chapters". Uma mudança sutil, mas que vai ao encontro do objetivo de tornar a nossa entrega mais integrada e coesa, visto que no digital os problemas de negócio exigem uma abordagem multidisciplinar. Cada chapter passou a possuir trilhas responsáveis por aprofundar o conhecimento de determinada especialidade.

Os frameworks entram, justamente, para balizar o andamento desses trabalhos. Fizemos uma análise geral das abordagens disponíveis no mercado e tomamos como referências principais o Scrum e o Kanban, dois frameworks já bastante difundidos para desenvolvimento de produtos e softwares. O primeiro é muito consistente na definição de papéis do time, organização dos eventos a serem cumpridos e a forma geral de condução das entregas. O segundo atualiza todo o time a todo instante sobre as entregas, prazos e responsabilidades.

Cenários mais específicos, entretanto, pedem adaptações. A fim de extrair o máximo dessas abordagens e ter uma customização mais profunda com a realidade dos negócios digitais, desenvolvemos nosso próprio framework ágil. Em termos gerais, com poucos meses de aplicação, conseguimos identificar uma melhoria de produtividade da equipe, uma diminuição das “refações”, uma integração maior entre os chapters e, principalmente, uma entrega mais abrangente de soluções, o que se refletiu em uma maior satisfação de nossos clientes. Conseguimos também aprimorar a compra de mídia, o uso de audiência proprietárias e abordagens criativas mais assertivas, o que, no médio prazo, traz ganhos financeiros muito significativos para os clientes. Estamos ainda em processo de transição e à medida que o framework amadureça esperamos resultados ainda melhores.

Compartilhar:

Autoria

Tomás Trojan

Tomás Trojan é diretor de operações da Cadastra, empresa de soluções de marketing, tecnologia, estratégia de negócios, data e analytics.

Artigos relacionados

Imagem de capa Transforme seu marketing com martech stack: o guia completo

Marketing Business Driven

30 Abril | 2024

Transforme seu marketing com martech stack: o guia completo

As inovações tecnológicas 4.0 já estão no cotidiano dos brasileiros, seja na melhor rota do aplicativo de mapas ou na série sugerida pelo streaming. No campo, já não são apenas uma realidade, mas também essenciais para o aumento da produtividade de forma sustentável.

Leticia Rosa

5 min de leitura

Imagem de capa O que os consumidores chineses buscam Assinante

Marketing e vendas

29 Dezembro | 2023

O que os consumidores chineses buscam

Para entender o mercado interno da China, players estrangeiros precisam entender o valor diferenciado que as marcas locais oferecem; o valor da Luckin Coffee não é igual ao da Starbucks

Edward Tse
Imagem de capa A preocupação em usar as palavras certasAssinante

Marketing e vendas

29 Dezembro | 2023

A preocupação em usar as palavras certas

Pense em uma marca de produto ou serviço, um processo, um programa, uma empresa. Ou mesmo em um problema. O modo como qualquer dessas coisas é nomeada importa tanto quanto os resultados que pode produzir. O “wording” mobiliza as pessoas.

Adriana Salles Gomes
Imagem de capa Vendas: uma ciência exata

Marketing e vendas

02 Junho | 2023

Vendas: uma ciência exata

O único objetivo em uma venda é convencer o consumidor que ele tem uma necessidade, que o produto e/ou serviço que você apresenta é a solução ideal e descreva brevemente como você pode ajudá-lo com este desafio

Patrícia Mendes

4 min de leitura