fb-embed

3 min de leitura

Como prever o imprevisível

Treze anos de carreira, sendo os últimos três à frente do marketing do Uber Eats, me trouxeram alguns aprendizados. Compartilho três aqui com você.

Thaís Azevedo

30 de Junho

Compartilhar:
Artigo Como prever o imprevisível

Se você é gestor de marketing acredito que, em algum momento, precisou mudar totalmente a rota de um projeto ou até mesmo a estratégia completa da sua marca ou empresa. Nesses casos, quanto melhor você conhece o negócio que está trabalhando e quanto mais baseada em dados são as suas decisões, menor a chance de você errar. 

Mesmo assim, aposto que já existiu aquela situação em que algo inesperado, seja internamente ou externamente, aconteceu e que te forçou a replanejar, adaptar, mudar. Em tempos de big data, algoritmos e data-driven decision making, muitas vezes esquecemos de falar sobre um assunto que pode parecer antagônico: a imprevisibilidade. 

Toda área tem seus "gurus" e especialistas que prometem prever o futuro e compartilham fórmulas e modelos de sucesso para que você possa sobreviver diante das turbulências e incertezas que todos os negócios estão sujeitos a enfrentar. 

Se essa é sua expectativa ao ler o meu artigo, eu já aviso que não prometo felicidade plena ao seguir algumas das dicas que irei compartilhar aqui. Minha intenção é dividir alguns dos aprendizados que tive ao longo dos meus treze anos de carreira e que foram intensificados durante os últimos três anos liderando o marketing de uma startup, o Uber Eats, dentro de uma gigante da tecnologia, a Uber. 

Aprendizado 1

Nem sempre planejamento detalhado é sinônimo de sucesso 

Tenha uma visão de longo prazo de onde quer chegar, mas planeje como chegar lá em ciclos menores, pode ser por trimestres ou semestres, dependendo do setor que você está trabalhando. Colocar você e a equipe para ter um plano detalhado de longo prazo pode significar horas de trabalho em vão.

Usar o pensamento do conceito de Lean Startup me ajudou muito a resolver problemas de uma forma mais ágil e efetiva, pois a ideia é focar no problema que queremos resolver e não no plano em si. O objetivo passa a ser reiterar e experimentar novas ideias conforme você aprende com o processo.

Aprendizado 2 

Tenha cartas na manga 

Além do plano, é importante garantir que, dentro do seu negócio você, você tenha flexibilidade suficiente para mudar de rota.
Nesse momento em que estamos passando por uma pandemia sem precedentes, temos que rever estratégias para garantir que estamos diversificando nosso negócio para atender novas demandas e que se tornaram mais urgentes para nossos usuários. 

No Uber Eats, por exemplo, já tínhamos planos de expandir nossa oferta de categorias (antes com grande foco em restaurantes), mas diante dos novos fatos aceleramos a entrada em segmentos como farmácia, lojas de conveniência e petshops. 

E fomos além. Incluímos lojas de departamento e floriculturas para oferecer opções mais relevantes para datas comemorativas em um contexto de isolamento social. 

Posso afirmar que três meses atrás não imaginávamos que iríamos lançar essas categorias tão rápido no aplicativo, mas com um time focado em um objetivo único - o crescimento do Uber Eats no Brasil - alocamos recursos para novas iniciativas estratégicas de forma ágil e eficaz. 

Aprendizado 3

Sucesso não é executar o plano desenhado 

Muitas vezes nos enganamos achando que um projeto bem-sucedido é aquele onde tudo saiu conforme o planejado. Eu discordo. Os projetos que mais me desafiaram a repensar tudo, que mais tivemos que mudar de rota, foram os que mais me ensinaram e me fizeram crescer profissionalmente. 

Afinal, o que importa mesmo é ter um objetivo muito claro, determinar qual é o KPI de sucesso para esse projeto e alcançá-lo. Se você ainda conseguir impactar positivamente outras áreas e outros objetivos gerais da empresa ao longo do caminho, melhor ainda. 

"É provável que coisas improváveis aconteçam. Isso posto, pode-se argumentar que o que é improvável é provável". – Aristóteles

Veja bem, como disse, há muitas coisas imprevisíveis no nosso dia a dia, então mesmo conhecendo agora alguns dos meus aprendizados que podem te inspirar a olhar para seus projetos de forma diferente, pode ser que algo aconteça que irá te pegar de surpresa. 

Tentar prever o futuro não é sempre possível, mas com as ferramentas certas e uma equipe disposta a encarar desafios de frente, é possível se preparar para tudo, inclusive o imprevisível.

Compartilhar:

Autoria

Thaís Azevedo

Head of Marketing no Uber Eats

Artigos relacionados

Imagem de capa Blockchain e gestão pública: um match interessante

Transformação Digital

22 Abril | 2024

Blockchain e gestão pública: um match interessante

Você sabia que o uso de blockchain promove maior sustentabilidade e pode ajudar na redução do consumo de energia?

Matheus Laupman

5 min de leitura

Imagem de capa Desvendando o cérebro criativo

Gestão de pessoas

20 Abril | 2024

Desvendando o cérebro criativo

Neurociência e práticas de inovação caminham juntas para destravar o potencial criativo humano

Lilian Cruz e Andréa Dietrich

6 min de leitura

Imagem de capa Como capacitar os chefes para que eles sejam líderes?

Gestão de pessoas

17 Abril | 2024

Como capacitar os chefes para que eles sejam líderes?

A tríplice necessidade de capacitação aos líderes que todo chefe precisa aprender

Samir Iásbeck

3 min de leitura

Imagem de capa Como as estratégias de gestão podem reduzir os custos elevados dos reajustes anuais dos planos de saúde empresariais?

Gestão de pessoas

16 Abril | 2024

Como as estratégias de gestão podem reduzir os custos elevados dos reajustes anuais dos planos de saúde empresariais?

Entenda os impactos e estratégias para garantir a sustentabilidaded dos planos de saúde, que devem aumentar em até 25% neste ano.

Katia De Boer

5 min de leitura