fb-embed

Gestão de pessoas

3 min de leitura

Além da liderança: o papel estratégico dos executivos C-level na era da automação

A automação cada vez mais faz parte de nosso cotidiano e a liderança precisa acompanhar este movimento: muito além da produção, muito além das lideranças que conhecemos.

Renan Salinas

08 de Abril

Compartilhar:
Artigo Além da liderança: o papel estratégico dos executivos C-level na era da automação

No panorama empresarial contemporâneo, a automação de processos transcendeu o status de mera tendência, tornando-se uma necessidade premente para as empresas que almejam manter sua competitividade e agilidade em um ambiente empresarial em constante mutação. Este é um caminho sem retorno, e a relevância dessa abordagem só se fortalece com o passar do tempo.

De acordo com a pesquisa Zendesk CX Trends 2023, 62% das empresas entrevistadas aumentaram seus investimentos em automação de processos nos últimos 12 meses. Além disso, a Analytics Insight estima que até 2025, 80% das empresas adotarão automação inteligente. Esses números refletem não apenas uma tendência, mas uma mudança paradigmática na forma como as empresas conduzem seus negócios.

No entanto, investir em tecnologias de ponta não se resume simplesmente a adquiri-las e implementá-las dentro da empresa. É crucial adotar uma abordagem estratégica para entender como essas tecnologias funcionarão e os resultados que podem gerar para o negócio.

A presença e o engajamento ativo dos executivos C-level nas inovações em automação de processos são imperativos para o sucesso e a sustentabilidade das empresas no cenário atual. Esses líderes desempenham um papel crucial na definição da visão estratégica e dos objetivos de longo prazo da empresa, alinhando essas estratégias com as últimas tendências e tecnologias em automação.

Segundo a pesquisa "Transformação Digital e Líderes de Negócios", realizada pelo instituto de pesquisa e big data Data-Makers em parceria com a agência de relações públicas CDN, onde 39% dos entrevistados são CEOs, 58% são C-Levels e 3% são representados por conselheiros, destes, 44% planejam aumentar o investimento em IA em 2024, enquanto 35% manterão o mesmo nível de investimento.

Ao compreenderem como a automação pode impulsionar a eficiência operacional, reduzir custos e melhorar a qualidade dos serviços, os executivos C-level podem incorporar esses elementos em suas estratégias corporativas, garantindo que a empresa esteja preparada para enfrentar os desafios do futuro. Além disso, esses líderes podem tomar decisões mais informadas e estratégicas, impulsionando o crescimento e a inovação.

Afinal, uma cultura organizacional que valorize e promova a inovação e a transformação digital é essencial para que uma empresa possa prosperar em um ambiente de constante mudança. Os executivos C-level atuam como líderes nesse processo, inspirando e motivando toda a equipe a abraçar a mudança e buscar continuamente maneiras de melhorar e otimizar as operações da empresa.

Presente e futuro devem estar conectados

Estar atualizado nas inovações em automação de processos permite que os executivos C-level identifiquem novas oportunidades de negócios, antecipem as necessidades dos clientes e respondam proativamente às tendências emergentes do mercado. Além disso, esses líderes podem estabelecer parcerias estratégicas com fornecedores e empresas de tecnologia, desenvolvendo soluções personalizadas que impulsionem a inovação e o crescimento da empresa.

No entanto, a pesquisa aponta que embora 56% dos líderes considerem a inteligência artificial extremamente importante para os negócios, apenas 24% planejam investir em automação de processos para atendimento ao consumidor. Isso sugere uma lacuna entre a percepção da importância da tecnologia e sua implementação prática nas estratégias empresariais.

Em um mercado cada vez mais dinâmico, os executivos C-level compreendem a importância de se manterem alinhados com as demandas atuais e futuras. Portanto, quase metade dos líderes planeja aumentar o investimento em inteligência artificial nos próximos meses, vislumbrando oportunidades de automação de processos, apoio à tomada de decisões, desenvolvimento de novos produtos, marketing e vendas e atendimento ao consumidor.

Esse panorama destaca a crescente conscientização dos líderes empresariais sobre a urgência de adotar uma abordagem estratégica na implementação da automação de processos para garantir sua competitividade no mercado. Ao reconhecerem o valor dessa tecnologia e seu potencial para impulsionar o crescimento e a inovação, os executivos C-level estão estrategicamente posicionando suas empresas para o sucesso tanto no presente quanto no futuro.

Compartilhar:

Autoria

Renan Salinas

CEO da Yank Solutions

Artigos relacionados

Imagem de capa Como desenvolver a empatia no ambiente de trabalho

Gestão de pessoas

14 Maio | 2024

Como desenvolver a empatia no ambiente de trabalho

Habilidades comunicacionais cada vez mais serão necessárias para que consigamos lidar com os processos cotidianos do futuro. Por isso, é hora de continuar o aprendizado contínuo e focar na maneira que estamos lidando com os nossos vínculos.

Daniela Cais Chieppe

3 min de leitura

Imagem de capa Maternidade e carreira são opostos? Lideranças femininas discutem os desafios do mercado de trabalho

Gestão de pessoas

14 Maio | 2024

Maternidade e carreira são opostos? Lideranças femininas discutem os desafios do mercado de trabalho

Líderes relatam como o mercado corporativo pode ser um fator decisivo na escolha de exercer ou não a maternidade e como as empresas podem ser aliadas neste cenário

Nayara Campos

6 min de leitura

Imagem de capa Diversidade e antirracismo: empresas exercem o papel fundamental de investir na formação de líderes negros

Gestão de pessoas

13 Maio | 2024

Diversidade e antirracismo: empresas exercem o papel fundamental de investir na formação de líderes negros

Maioria no mercado de trabalho, pessoas pretas e pardas têm salários 61,4% mais baixos do que brancas e ainda são poucos os que ocupam espaços de liderança, por isso, medidas de diversidade e inclusão tornam-se urgentes,como iniciativas que promovam a equidade e garantam oportunidades iguais para todos no ambiente de trabalho

Talita Matos

4 min de leitura

Imagem de capa A sua empresa cuida das colaboradoras quantos dias por ano?

Gestão de pessoas

12 Maio | 2024

A sua empresa cuida das colaboradoras quantos dias por ano?

Estamos cansados de ouvir histórias de pessoas retornando da gravidez e sendo demitidas, fora as questões quanto ao 'desempenho' pré e pós filhos. Quantas histórias mais até entendermos que isso vai contra os fundamentos de uma sociedade?

Camila Vilar

3 min de leitura