fb-embed

1 min de leitura

A verdadeira transformação na crise

A anedota sobre o coronavírus ser o responsável pela transformação digital das empresas espalhou-se rapidamente e me fez pensar se esta seria, de fato, a maior oportunidade de mudança trazida por esta crise.

Gustavo Zobaran

26 de Junho

Compartilhar:
Artigo A verdadeira transformação na crise

Momentos de incerteza fazem você congelar ou enchem você de energia? Pertenço ao segundo grupo e, por sempre olhar a perspectiva do copo meio cheio, percebo este nosso momento como extremamente convidativo a um processo de transformação. 

Mas qual transformação seria essa? Com uma hipótese na cabeça, resolvi lançar mão do recurso de enquetes do linkedin e perguntar para a minha rede:

Na sua opinião, a transformação em curso é digital ou de pessoas?

E o resultado, que obviamente não tem validação estatística, não me surpreendeu: 91% respondeu que a transformação é de pessoas e somente 9% disse que é digital.

O que me fez partir para uma segunda pergunta: será que estamos prontos para esta transformação pessoal?

Para ir da teoria à prática em apenas quatro etapas, minha sugestão para quem deseja pegar este caminho sem volta é a seguinte:

Etapa 1: Defina o seu propósito de mudança

O que você pretende mudar, para que e por que quer se transformar? Seja específico e ataque poucas coisas por vez.

Etapa 2: Engaje-se na mudança

Essa fase é voltada para a capacitação. Busque conhecimento que ajudará você a chegar no propósito definido na etapa 1. Estude, leia, ouça, assista e absorva.

Etapa 3: Pratique a transformação

Aqui é onde começa sua mudança de comportamento, de postura e atitude diante do desafio que escolheu atacar.

Etapa 4: Internalize

A última etapa desse ciclo é para que os aprendizados e conhecimentos sejam consolidados. Isso significa coloca-los em prática no seu dia-a-dia, no seu jeito de pensar e agir. 

E, como todo ciclo, você pode voltar para a etapa 1, definir um novo propósito e tornar contínuo o seu processo de transformação. E lembre-se que, para dar o primeiro passo, é preciso sair da sua zona de conforto. E uma coisa é certa: vai doer. Mas também será altamente recompensador.

Compartilhar:

Autoria

Gustavo Zobaran

Gestor de marketing, conteúdo e performance da Porto Seguro, palestrante e escritor na área de comunicação, marketing, branding e inovação. Pioneiro, há 20 anos, ajuda empresas, startups e pessoas no desenvolvimento de projetos de inovação e transformação tendo o digital como pilar central. Esteve à frente de diversas iniciativas inovadoras com a missão de fazer a ponte entre os mundos “digital com tradicional” e “online com offline” participando da construção e evolução de estratégias de marketing e time ágeis com o foco no Marketing e Transformação.

Artigos relacionados

Imagem de capa O crescimento das HRTechs impulsiona a economia brasileira

Transformação Digital

24 Abril | 2024

O crescimento das HRTechs impulsiona a economia brasileira

HRTechs surgem para agilizar processos e oferecer variedade de benefícios, porém, desafios como imersão digital persistem. Investir em colaboradores traz diferenciais competitivos e reduz turnover, apontando para um futuro promissor no setor de benefícios corporativos no Brasil

Charles Schweitzer

2 min de leitura

Imagem de capa Blockchain e gestão pública: um match interessante

Transformação Digital

22 Abril | 2024

Blockchain e gestão pública: um match interessante

Você sabia que o uso de blockchain promove maior sustentabilidade e pode ajudar na redução do consumo de energia?

Matheus Laupman

5 min de leitura

Imagem de capa Desvendando o cérebro criativo

Gestão de pessoas

20 Abril | 2024

Desvendando o cérebro criativo

Neurociência e práticas de inovação caminham juntas para destravar o potencial criativo humano

Lilian Cruz e Andréa Dietrich

6 min de leitura