fb-embed

2 min de leitura

9 lições para liderar melhor em tempos extraordinários

Isso inclui sair da zona de conforto e fazer coisas que você não gosta.

Marcelo Trevisani

04 de Junho

Compartilhar:
Artigo 9 lições para liderar melhor em tempos extraordinários

Toda empresa está à mercê de questões macroeconômicas, como crises e colapsos financeiros, que podem assustar os investidores, e também de questões "micro", como errar em uma contratação e comprometer o andamento do negócio.

Em tempos de abundância e paz, liderar uma empresa é muito mais fácil. Porém, em tempos de guerra como esse de pandemia, é preciso ver “O lado difícil das decisões difíceis” (livro homônimo de Ben Horowitz, um dos maiores empreendedores do mundo), e escolher os caminhos necessários para continuar prosperando no mundo dos negócios. 

Em um relato autêntico, Horowitz oferece uma visão bem pragmática sobre como montar, comandar e liderar uma empresa e, apesar de ter sido lançado em 2014, seus ensinamentos podem perfeitamente ser aplicados aos dias atuais.

Uma das crenças do autor é que se as suas decisões não estiveram dando a você um frio na barriga, muito provavelmente elas são muito conservadoras. 

Para atingir resultados extraordinários, Horowitz diz que é preciso sair da zona de conforto, o que significa fazer algo para o qual você não está totalmente preparado ou ainda fazer coisas que você não gosta, mas nem por isso deve deixar de fazê-las. 

Com base nas ideias e propostas do autor, trago aqui nove lições que podem ajudar você a liderar melhor a sua empresa em tempos extraordinários como este:

  1. A chave para liderar uma organização é saber o que fazer e levar a organização a fazê-lo. Muitas vezes não é fácil saber o que fazer, portanto foque primeiro em descobrir o que não fazer;

  1. Contrate pessoas com base em seus pontos fortes, não em suas fraquezas. Contrate pessoas melhores que você e pratique a sua sucessão;

  1. Construa um time forte. Uma só pessoa não é capaz de solucionar todos os problemas da empresa. Para isso, treine seu time frequentemente;

  1. Dê feedbacks e seja transparente. Boa parte do crescimento se deve aos erros;

  1. Construir, medir e aprender. Valide hipóteses rapidamente em busca de aprendizado e melhoria constantes. Trabalhe de forma colaborativa e criativa para solucionar os problemas entregando valor para os seus clientes;

  1. Seja honesto sobre problemas e más notícias em sua empresa. Isso ajudará você a encontrar soluções rapidamente;

  1. Ninguém quer demitir pessoas, mas se necessário, isso deve ser feito de forma rápida e justa. Quando você demitir um executivo, assuma a responsabilidade pela má contratação e garanta a continuidade dos negócios;

  1. Nada vem fácil. Se você está em um trabalho que faz você crescer, sempre vão existir coisas difíceis. O que define o sucesso é a sua determinação;

  1. Não tenha medo de traçar um caminho diferente. Se você realmente quiser criar um negócio diferente, use a criatividade e a inteligência coletiva.
Compartilhar:

Autoria

Marcelo Trevisani

CMO da IBM, atua no mercado de digital e marketing desde 1998, com passagens por empresas como Tecnisa, BRF e CI&T e Vivo. Em 2017, foi finalista na categoria marketing do prêmio Caboré e em 2019, considerado CMO do ano pelo prêmio IT Fórum. Marcelo também palestra em grandes eventos, é mentor de startups e tem paixão pelo universo acadêmico, ministrando aulas em diversos cursos e MBAs.

Artigos relacionados

Imagem de capa Inteligência Artificial e Gestão de Pessoas: como incorporar essa realidade nas empresas sem desumanizá-la?

Gestão de pessoas

10 Julho | 2024

Inteligência Artificial e Gestão de Pessoas: como incorporar essa realidade nas empresas sem desumanizá-la?

A IA está revolucionando o setor de pessoas e cultura, oferecendo soluções que melhoram e fortalecem a interação humana no ambiente de trabalho.

Fernando Ferreira

6 min de leitura

Imagem de capa Um segredo bem guardado das "purpose-first"

Empreendedorismo

06 Julho | 2024

Um segredo bem guardado das "purpose-first"

As empresas familiares são cruciais para o País por sua contribuição econômica e, nos dias atuais, por carregarem legado e valores melhor do que corporations. Mas isso só ocorre quando está estabelecido o reconhecimento simbólico dos líderes de propósito que se vão...

Luis Lobão

10 min de leitura

Imagem de capa Executivos descrentes, colaboradores confusos e estratégias falhas: é preciso organizar a “casa”

Empreendedorismo

04 Julho | 2024

Executivos descrentes, colaboradores confusos e estratégias falhas: é preciso organizar a “casa”

A efetividade das estratégias empresariais é frequentemente comprometida pela falta de alinhamento, comunicação e priorização, resultando em descrença e baixa implementação, com apenas 3% dos executivos confiando no sucesso das suas estratégias.

Athila Machado

4 min de leitura