Menu

Como criar uma estratégia de marketing que demanda relativamente pouco tempo e dinheiro… e que funciona.


produto_4653_hipercrescimentoHighlights do livro Hipercrescimento – Venda 10 vezes mais com o modelo Salesforce, de Aaron Ross e Jason Lemkin.

Saiba mais sobre o livro em: https://goo.gl/u5IBiQ


Se você não puder se dedicar em tempo integral ao marketing, se tiver uma equipe minúscula e um orçamento menor ainda, esta seção é para você. Vejamos como obter o máximo com tempo (muito) limitado e pouco (ou nenhum) dinheiro. Passei anos fazendo isso, enquanto faço malabarismos com todo o resto – escrevendo vários livros, trabalhando no crescimento de uma empresa, cuidando de minha família e trabalhando entre vinte e trinta horas por semana.

Todo mundo acha que não está fazendo o suficiente no marketing. As possibilidades são tantas, que chegam a assustar. Conteúdo, mercados, nichos, posts de blog, vídeos, mensagens, webinars, newsletters, páginas de destino, mídias sociais, taxas de conversão… Parece que sua cabeça explodirá, até você soltar uns palavrões e desistir. Especialmente quando parece que você está postando conteúdos que ninguém está lendo… e quando as vendas estão lentas.

Se você não está conseguindo avançar e parece que já tentou de tudo, sugerimos tentar uma abordagem mais simples. Começaremos dando uma olhada em algumas crenças equivocadas no marketing.

  • Crie e eles virão (um conto de fadas).
  • Quanto mais, melhor (não necessariamente).
  • Os inbound leads são grátis (lenda urbana).
  • Deveria ser mais rápido (expectativa tóxica).

Se você largar esses mitos, terá condições de criar uma estratégia de marketing que demanda relativamente pouco tempo e dinheiro… e que funciona.

Passo 1: escolha só uma coisa para ser o seu “bolo”

Se você está se sentindo sobrecarregado por ter de cuidar de blog, newsletter, webinars, eventos ao vivo, Instagram, Facebook, Twitter, Yelp e muito mais – e tudo ao mesmo tempo –, então não faça tudo isso. Escolha uma única coisa para se concentrar e para ser seu “bolo” e pense que todo o resto é só a “cobertura”. O blog está gerando resultados para você? Concentre-se nisso primeiro e trate todo o resto como algo meramente bom de se ter. Você prefere o vídeo? Limite-se a postar vídeos em um canal que funcione para o seu caso. Você pode usar as mídias sociais como “cobertura” para o “bolo” do vídeo, a menos que prefira se concentrar nas mídias sociais.

O “bolo” de Jason é o Quora. Algumas das respostas dele no Quora acabam se transformando em posts de blog, que são compartilhados nas mídias sociais (“cobertura”). Meu “bolo” é escrever livros, sendo que eu crio parte do conteúdo em blogs e parte de meus posts de blog eu compartilho em uma newsletter e em mídias sociais (“cobertura”).

À medida que seu empreendimento cresce e seus sistemas passam a funcionar sem percalços, torna-se mais fácil incorporar mais coisas até ter um bolo de casamento de dez camadas e cobertura multicolorida.

Passo 2: empenhe-se em promover a clareza em eventos ao vivo

Nunca existe “um único segredo” para o sucesso, mas, se fosse o caso, para mim seria fazer eventos ao vivo, tanto pessoalmente quanto na internet (geralmente webinars). Não porque eles gerem leads ou clientes, mas porque são funções de força para promover a clareza e o progresso.

Pode dar muito trabalho, mas ainda não há nada como reunir pessoas ao vivo. E elas querem isso, para aprender umas com as outras e se conectar pessoalmente, seja em pequenos encontros de meia dúzia de participantes, seja em eventos enormes como a conferência SaaStr Annual de Jason, que atrai milhares de executivos e empresários da área de SaaS todos os anos.

Os eventos podem até ser um sucesso financeiro, mas o principal valor para você, se sua geração de leads não estiver repercutindo entre seu público, é a clareza.

Ao realizar eventos ao vivo, especialmente os presenciais, ver as pessoas comparecendo e obtendo valor, ou não, é uma experiência visceral. Você é forçado a ter clareza, a repensar o nicho ao qual está tentando se direcionar:

  • Quem você quer que compareça?
  • Por que essas pessoas viriam? O que elas vão ganhar com isso?
  • O que você ensinará ou oferecerá e como pretende fazer isso?
  • O que você quer que eles façam depois?

Você pode ou não ter um avanço revolucionário com um evento. Continue fazendo. De preferência os eventos serão presenciais, mas também podem ser por internet, como um webinar, ou pelo Google Hangout. Você pode fazer eventos para apresentar o conteúdo de outras pessoas, mas não deixe de incluir algumas de suas ideias também. Aproveite para expor seu conteúdo! Os eventos podem ser uma das melhores maneiras de se forçar a descobrir como definir um nicho, se você ainda estiver tendo dificuldade com isso.

Outras grandes vantagens dos eventos:

  • Criam conteúdo reutilizável.
  • Criam um público.
  • Geram leads e receita.
  • Sua equipe se conecta com seres humanos vivos e reais (que incrível!).

Dicas dos profissionais:

  1. Antes de tudo, escolha uma data para o evento ao vivo.
  2. Anuncie a data para seus conhecidos (antes mesmo de saber todos os detalhes ou até de ter definido o tema ou o local).
  3. Tudo bem mudar antes do evento.
  4. Faça o que fizer, não dê para trás! Vá até o fim, mesmo se ninguém aparecer (o que pode acontecer).
  5. O que você aprender com a experiência é mais importante do que os resultados (quantas pessoas compareceram ou responderam à sua chamada não é tão importante).
  6. Repita, repita, repita e repita…
Passo 3: os parceiros facilitam o marketing

O marketing em parceria é o jeito mais simples de expor sua marca a novas pessoas. Não é fácil criar um público do zero. Trabalhar com parceiros que já têm um público relevante aumenta a eficácia de praticamente qualquer tipo de projeto.

Além disso, os parceiros podem forçá-lo a seguir em frente, ter coragem e chegar mais facilmente ao sucesso.

Você está só começando e se perguntando por que eles topariam trabalhar com você? Qualquer blogueiro ou empresa que tenha uma newsletter busca novas informações para dar às pessoas. Você pode ajudá-los com ideias ou ferramentas interessantes para eles compartilharem com o público – ideias ou ferramentas que não precisarão criar. Além disso, vale muito a pena firmar relacionamentos com profissionais de marketing. Qualquer executivo ou profissional de marketing terá mais possibilidade de trabalhar com você, se já o conhecer e gostar de você.

Com quem você deve começar? Com alguém que você já conhece ou segue. Descubra como pode ajudar essa pessoa e proponha um evento para fazerem juntos. Em seguida, passe para peixes maiores que ainda não o conhecem.

Passo 4: avance para o infinito e repita

Pare, reflita e repita, atendo-se à sua “coisa principal” e melhorando cada vez mais, incansavelmente.

Por exemplo, depois de conduzir um evento, o que fazer? Escolha uma data para outro evento. O processo pode levar meses (pelo menos), e talvez até anos, então não desista, e siga em frente.